Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • querido blogue acabou se papa doce que

    Querido Blogue,

    Acabou-se a papa doce que isto está a ficar muito seca. Já pareço um caralhinho a mandar bitaites sobre temas de politica internacional. E olha que eu nem tenho jeito, nem tempo, nem pachorra para isso.

    Declaro aqui uma mudança de atitude, sobretudo quando no mundo se passam coisas tao horriveis como esta:

    “DINAMARCA – 53 DETENIDOS

    Una gran redada antidroga acaba con la ‘Calle de los Camellos’ del asentamiento hippy de Christiania.

    Una operación policial con centenares de agentes de toda Dinamarca ha acabado con ‘Pusher Street’, la calle más famosa del asentamiento ‘hippie’ de Christiania, donde se vendían abiertamente derivados del cannabis, en una redada que acabó con 53 detenidos”

    (El Mundo, 17 de Março de 2004)

    Isto, senhores, é o que se pode chamar uma terrível calamidade, e nao a vitória do ZP, esse clone deslavado e chatarrao do Joker.

    Privar os meus lindos amigos dinamarqueses (porque eu sou muito viajada e tenho amigos all over the world, pois sim) do seu charro digestivo é de uma falta de humanidade sem limites. Qual terrorismo islâmico qual carapuça.

    Alguma coisa cheira mal no Reino da Dinamarca. Pivete que viajará a Sul nao tarda muito, quando um dia destes ao pedir a quinta caña da tarde madrilena me mandarem para um centro de alcoolicos anónimos especializado em gajas urbano-depressivas.

    Daqui a nada, o mundo civilizado será transformado num gigantesco centro comercial, desintoxicado, assexuado e com cheiro a amoniaco, com banda sonora da soporífera Mafalda Veiga. Serao censuradas as mamocas e vestidos justos, e, amigos, para ver a bola estarao proibidas as imperiais e os tremoços. O pior será quando para ter categoria plenamente feminina nos obrigarem a visionar os infumáveis e estúpidos programas da Rita Ferro Rodrigues, a gaja mais seca, burra, vaidosa e feia do panomara televisivo lusitano (achavas que te escapavas, nao?).

    Oh Brave New World, este do politicamente correcto, das quotas por géneros e do fumar mata. Que mundo deixaremos aos filhos dos outros, ó meu Deus?!

    Se isto também nao é tirania, entao vou ali e já venho.



    Por Rititi @ 2004/03/17 | Sem comentários »

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *