Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • querido blogue e eu que achava que

    Querido Blogue,

    E eu que achava que estava bem claro para o mundo a minha condiçao de mulher depilada do século 21 e agora resulta que NAO, que há uma blogomalta com mamas que pensa que eu, a auténtica Rititi, a que chora quando lava a loiça ao som do Messias de Haendel, eu, a Mrs Pinheiro mais orgulhosa do mundo, pelos vistos SOU UM HOMEM!!!! Comooooo?

    Poisé, o gajedo da classe média rodoviária, pudicamente bem pensante e com menos horas de sexo das recomendadas pela OMGS (Organizaçao Mundial para a Gaja Satisfeita) lançou uma campanha anti-rititi, na tentativa de destruir o pouco equilibrio dos meu hormónios ibéricos.

    Mas que culpa tenho eu que as fans da Laurinda Alves nao tenham capacidade intelectual para gozar com os pelos das pernas?

    Ai, este segmento do gajedo pátrio tem tanto medo de ficar encalhado, que até para mandar um punzeco pede licença ao zémaneli que lhes passeia no Golf na marginal almadense. Que tristeza, tao novinhas e já perdidas na mediocridade da rapidinha aos saturday-naites, depois do benfica-paços de ferreira, dois-um, golo. Sic transit gloria mundi, com o complexo colombo sempre a comandar a vida e a inveja, que es una cosa muy mala, oyes, tanta critica afinal dá sempre maus resultados.

    Se arranjassem esses cabelo tipo palha e sem gracinha nenhuma, se se preocupassem mais pelo gajo em vez da vizinha boazoana do andar do lado, se bebessem uns copázios valentes prá digestao intelectual em vez de tanto aicetidelimao, se lessem algo mais que a estupida da Margarida Rebelo Pinto, enfim, se tentassem ser felizes e bem fodidas, talvez a mim me esquecessem, e deixaria de ser tema de conversa.

    Mas claro, se calhar eu sou mesmo é um homem metido no corpo de uma super modelo e tá tudo dito. Córrore, agora que penso, isto faria do meu pinheiro um gay espinhense!

    O que faz a falta de uma vida própria, dasse.



    Por Rititi @ 2004/04/29 | Sem comentários »


    querido blogue e la se passou mais um

    Querido Blogue,

    E lá se passou mais um 25 de Abril (Sempre!) e mais um casamento e mais um jantar domingueiro com quem vale a pena e mais uma dose de ipecinco-aum-adoissul-autóstradapracima-autóstradaprabaixo-dasse-quistonuncamaisacaba e mais uma noite no machungas e mais um batizado e mais um parabêns a você do meu amor mais lindo. Tudo em setenta e duas horas, que o casal Pinheiro é assim de organizadinho e enfrenta com o mesmo espirito (r)evolucionário uma boda espinhense que um fim de tarde sob o ceu da minha amada Lisboa. Pena que ninguem nos condecore com nada, nem uma medalhinha da ordem da liberdade, nem um prémio ao matrimónio mais divertido, nem uma viagem às Antilhas Francesas, que tudo seja dito, bem estamos a precisar de umas férias fora do eixo Madrid-Badajoz-Espinho-Lisboa. Queridos leitores, agradecemos essa vaquinha a favor do nosso descanso, porque até para escrever num blogue é necessário uma renovaçao cíclica das energias cósmicas.

    Com tanta intensidade social nem me deu tempo para assistir à Festa da Música, eu que tanto gosto da interacçao musical com o povao com apetites intelectuais. Chopin lá terá que ficar para uma época mais calma, que entre tanto concerto de violino (ah… o nosso Santana Lopes e a sua coltura musical) nao há corpo que resista a uma bela sesta com ressonanço incluido. E falo com conhecimento de causa, que se dorme lindamente do CCB, que eu bem experimentei o ano passado aqueles bancos almofadados ao som dos Madrigais de Monteverdi depois de uma noitada valente nos bares da capital.

    Porque tenho que reconhecer que é-me difícil manter activa esta minha dualidade “mulher culta – mulher sempre em festa” e depois dá o que dá, que estou no Lux e apetece-me ouvir uma missa de Vivaldi. E claro, nem toda a gente está preparada para tamanha bagagem cultural e acabo por ter enimigos declarados até no meu grupo de amigos. E assim custa-me viver, sabendo que me odeiam por ser quem sou, uma esquizoide bem intencionada e com vocaçao de artista. Só me falta um Mestrado em Pedantería, estou só à espera que a Independente saque o curso pró ano.

    Entretanto, lá me terei que ir remediando com esta triste vida de jantares e amigos e viagens e saudades e festas às quartas e um marido lindo e uma gata histérica e um rato que nos visita e um Madrid divertido e um trabalho comós outros e um blogue simpático prá malta.



    Por Rititi @ 2004/04/27 | Sem comentários »


    morto deus para maioria dos

    Morto Deus para a maioria dos contribuintes, que triste é ter de encontrar idolos chungosos e pós-modernos que nos reconfortem.

    E a mim este desalento espiritual entristece-me pa caramba, assim que mais remédio tenho que indicar ao povo que me lê um caminho para a felicidade. Que fáceis sao estes tempos de psicologia de alguidar, pá.

    HOROSCOPO PARA O UIQUENDE E PARTE DA SEMANA QUE VEM AÍ

    - Carneiro:

    A tua vida sexual é um nojo e nao será esta semana que melhore lá porque Saturno e Venus se ponham em sintonia cósmica. És tao desinteressante para o sexo oposto que o melhor é ficares em casa a poupares para as férias de Agosto na Quarteira.

    - Touro:

    Muita força bruta, muito bravura, bla, bla, bla, mas afinal és um besta de primeira. Deixa de te armares em macho-man e estaciona de uma vez o Corolla amarelo que o tunning já passou a melhores dias.

    - Gemeos:

    Essa tua mania de fingires que tens um irmao gemeo, um dia vai dar merda. Marte e Jupiter estao alinhados, o que noutras palavras quer dizer que os primos da gaja que andas a comer já descobriram a tramóia toda. Cuidado!

    - Caranguejo

    O amor, mal. O teu ascendente (materno) nao deixa de meter a colher onde nao é chamado e afinal nao há quem ature tanta comparaçao com a maezinha. Semana definitiva para a gaja ter por os patins.

    - Leao:

    O Sol bate forte sobre Urano, o que em termos de previsoes indica que ou compras rapidamente um desodorizante ou entao nao há quem se aproxime a ti. É o teu cheiro que te impede de engatares e nao o teu mapa astral.

    - Virgem

    Que treta, sempre com essa paranoia de guardares a virgindade até o matrimónio! Claras perspectivas de enconanço eterno; bem vistas as coisas, Venus chegou longe pela promiscuidade.

    - Balança

    A Lua influencia as marés e a ti o que te influenciam sao os quilos de maquemerdas que enfardas à semana. Pára ou entao nao cabes pela porta, sua vaca!

    - Escorpiao

    Quem te disse que esse ar carrancudo te dava pinta estava-te a dar uma bela banhada. Nao há planeta no cosmo que te livre da tua estupidez crónica.

    - Sagitario

    Ou és machao ou és panasca, e vendo como Mercúrio se situa no terceiro bar de Chueca, já te podes ir definindo rapidamente se nao queres ficar encalhado.

    -Capricornio

    Venus esta semana pirou-se para outra galáxia tratar da celulite milenar, e tu, querida, já podes fazer o mesmo, que com esse cu nao chegas a lado nenhum. Menos televisao e mais ginásio.

    - Acuario

    Semana ideal para deixares de misturar valiums com vodka limao. Saturno, o dono do bar onde sempre vomitas, já está a ficar farto de ti.

    - Peixes

    Jupiter, o astro com maiores influencias na tua empresa, mostra como esta semana vais ser despedida por abuso do messenger no trabalho. Aproveita os tres dias que te faltam e liga para o teu ex namorado que vive no Canadá.



    Por Rititi @ 2004/04/23 | Sem comentários »


    ja e primavera na rititi

    JA É PRIMAVERA… NA RITITI

    … e nao nos vamos ficar só pelas alergias, depilaçoes a laser e corridas ao ginásio. A Primavera é Amor, Passarinhos, e, sobretudo, trocas de fluidos.

    E a Rititi sabe que esta é a altura para mudar o armário e nao só. Por isso, amigas leitoras, eis aqui algumas fashion dicas, para enfrentar esta nova estaçao com glamour. Porque nao só de trabalho vive uma gaja, ora bolas

    1) Modelo “Ah, mas tu falas!”

    Ideal para a noite urbana, disconaite e chunga, chunga. Ginásio-depressivo, fashion victim, o Modelo Nao-Me-Toques-Que-Me-Despenteias nao precisa de manutençao.

    Nao fala e quando o faz… a quem lhe interessa? Os pontos altos estao nas partes baixas.

    Conjunta-se com aquelas odiosas colegas de curso que sempre acharam que ao máximo que poderias aspirar era a um funcionário das finanças, careca e suburbano. Perfeito para a dor de corno.

    2) Modelo “Veja lá se me dá um jeito ao tubo de escape”

    Gaja que se preze nao percebe puto de carros, nem de canalizaçoes, nem de aparelhos. Porquê? Porque pagando há quem o faça melhor e com extrazinho que sempre faz bem à pele e ao ego. Com este Modelo Xabregas, as solitárias tardes de Maio terao outro sentido. Força bruta no seu melhor. Para manter no silêncio dos deuses, claro, mas óptimo para a falta de carências.

    3) Modelo “Acessório Perfeito”

    Tens um concerto no CCB e nao sabes o que vestir? Este Modelo é o complemento que sempre procuraste. Educado, limpo e de cair pró lado, pode-se usar desde um jantar com colegas do trabalho até para visitar a avózinha no lar de Carnaxide. Para aquelas que desejam estar melhor cotadas no mercado do acasalamento. Pode-se repetir com fartura.

    4) Modelo “És mesmo Fixe Pá”

    Tens o período, estás neurótica e achas que toda a tua roupa te fica mal? Ficaste sem tabaco às três da manha? Com este o Modelo “The boy next door” podes estar descansada. Tipo melhor amigo, mas com direito a uso e disfrute que ele nao se importa. Isso sim, se se apaixonar por outra nunca mais lhe poes a vista em cima

    Em breve, mais…



    Por Rititi @ 2004/04/20 | Sem comentários »


    querido blogue andam as minhas amigas

    Querido Blogue,

    Andam as minhas amigas fufas transpirando felicidade e revistas de noiva desde que ZP entrou no governo. E claro, agora nao há quem as ature, com tanto promessa de boda gay e de adopçao de putos malásios. Sinceramente, nao gostava eu de estar na pele delas na hora da organizaçao da boda: Quem se vai vestir de noiva? Quem será a protagonista no album de fotos? Irao as duas de comprido? Quem esperará a quem no altar? E os bonecos do bolo? Corta-se o véu em vez da gravata? E se forem ciganas, a quem se faz a prova da virgindade?

    Agora uma mulher acorda e cada dia é uma nova aventura, ora casam os paneleiros, ora saem as tropas do Iraque, ora o Bechkam tem uma nova aventura e assim nao há quem viva, com tanta incerteza.

    Para complicar mais as coisas agora temos estes metrossexuais da treta a ganharem pontos aos mecanicos e camionistas nas fantasias erótico-festivas do gajedo pré idade madura! Com o bem que nos fazia ao mulherio essa imagem do homem robusto, ordinário e um bocado badalhoco. Que ganda pincel a pós-modernidade, já anda o meu grelo farto de tanta sensibilidade e depilaçao dos pelos do peito. E de homens que lavam a cara com cremes mais caros que os meus sapatos novos.

    Sempre pensei que o bom de ser gajo era poder coçar os tomates no meio de uma reuniao, cuspir na rua ou conduzir praguejando por essa estrada fora. Ir às putas e jogar no totoloto. E nao ver telenovelas. Sem complexos.

    Mas agora está tudo perdido. Antes fossem panascas, sempre era mais fácil identificá-los.



    Por Rititi @ 2004/04/19 | Sem comentários »


    querido blogue el 11 m fue financiado

    Querido Blogue,

    “El 11-M fue financiado con la venta de hachís y Éxtasis” (El Mundo, 15 de Abril 2004)

    Ora, coño, andei a financiar o terrorismo islâmico! E agora? Que opçoes tem o gajedo necessitado da sua dose diária de relax espiritual?

    Depois de uma consulta com peritos na matéria (obrigada Joao), cheguei à conclusao que a partir desta data só será aceite erva europeia, com o correspondente selo qualidade e procedência. Além de promover a agricultura do velho continente, evitamos que os alquaedos andem prá aí a comprar explosivos a mineiros asturianos.

    Já nao há garantias neste mundo; está tudo do avesso, basta ler que “Noruega considera que la prohibición de fumar en lugares públicos vulnera los derechos humanos”. (El Mundo, 15 de Abril 2004).

    Isto é que é! Os noruegueses, que nem sequer podem comprar vodka ao domingo, armados em Cruzados do cigarrinho prá caganeira matinal no posto de trabalho. A isto é que eu chamo um povo avançado. Loiros, altos, democráticos e fumadores compulsivos. Pena que fodam à força toda aquela Monarquia de bicicleta e buen rollito com uma mae solteira, ex agarrradinha e com problemas de adaptaçao social.

    Há gajas mesmo sonsas, dasse, mas claro, a culpa disto tudo foi da Lady Di e mais aquele complexo de menina rica que como o marido nao lhe liga puto tem que se acamar com tudo o que é garanhao britanico. Depois estranham-se que haja merda. E assim o mundo está como está, porque toda a gente sabe que os reis servem de exemplo, mais nao seja para copiar as roupas para o casamento dos primos chatos do Algarve. E com pindéricas desta categoria o povao nao sabe a quem se agarrar e daqui a nada anda tudo a votar no Pedro santana Lopes.

    Já gostava eu de ver essas princesinhas tristonhas e mal fodidas a penarem de verdade, com a casa por limpar e com remorços por terem comptado hache marroquino.

    Letizia, poe-te a pau, e já sabes, aproveita os jardins da tua futura bibenda principesca para cultivares uma boa erva, que isto está mau.

    D: Ó Carlos, liga-me!

    D: Vai-te catar e vê se fumas mais, que nao há quem te ature.



    Por Rititi @ 2004/04/16 | Sem comentários »


    querido blogue desesperada porque

    Querido Blogue,

    Desesperada porque a MaxMen nao me contrata nem para escrever à borla, quase ia cortando as veias do tornozelo com a gilette do meu gajo, nao fosse a terrivel visao da casa de banho inundada de sangue. Só por causa disso tive de desistir do suicidio à heronía da Globo e ir chorar para a Plaza de Oriente, com o Palácio Real como palco da minha tragédia. Até para o drama é preciso ter style.

    Que idílica imagem de mim própria, ilumidada pelo atardecer alaranjaro de Madrid, caminhando pela Opera, entre estátuas de reis mortos e músicos de rua! E eu, cada vez mais suprema, mais dramática, e mais superlativa, até ao ponto de me esquecer da MaxMen e da puta que os fez e os hormónios a encheram-se de felicidade primaveral. Nem a Letizia tem tanto jeito para descer as escadas dos jardins do Palácio. Que esplendor, que movimentos, que bem que acenava eu aos pedintes que me aplaudiam. Felipe, no sabes la reina que te has perdido, chaval.

    Mas já se sabe, “hace un día precioso: seguro que viene un cabrón y te le jode”. É que esta cidade nao está habituada a tanto glamour, e enquanto repartia esmolas de dez cêntimos ao povao andrajoso, dei por mim a ser assobiada pelos trabalhadores do sector da construcçao civil, que por aqui nao sao caboverdianos mas sim eslavos, loiríssimos, bem parecidos e com três doutoramentos em astrofísica nuclear. Por muito que uma gaja precise de ser galada para se manter viva, nao era exactamente desse tipo de alarvidades que eu estava à espera.

    Com a mesma incomodidade que se tem quando o salva slip se começa a despegar da cueca fugi com o feeling principesco evaporado.

    Ainda bem que uma mulher tem sempre as compras para afogar as mágoas. E apesar da minha fortuna pessoal se concentrar em dois tristes euros, Madrid é uma grande capital e para tudo tem remédio, e lá estava o meu nigeriano da esquina mais o TOP MANTA. Como nao parava por lá o Sabat Mater do Pegolesi, adquiri a gravaçao ranhosa do ultimo da Byoncé, para ver se era desta que aprendia a mexer o cú decentemente e assim esquecer por sempre a Maxmen. Mas nao podemos contrariar a natureza e há coisas que nao estao ao alcance das brancas, e dançar muito menos. Sobretudo quando o rabo nem se aproxima às generosas proporçoes negras. Injustiça de vida, tesa e ainda por cima, branca e deslavada.



    Por Rititi @ 2004/04/14 | Sem comentários »


    querido blogue morto o homem e

    Querido Blogue,

    Morto o homem e ressucitado ao terceiro dia conforme estava escrito, a vida laboral penosamente lá continua, com um tempo de merda a lembrar-me que as próximas férias ainda ficam bem longe no calendário juliano. Se nao me bastasse esta triste verificaçao da minha condiçao de escrava de um miserável salário, ainda tenho que suportar o dia D(epois de férias). Coleguinhas, amiguinhos, gente sem amor à vida (só pode), enchem-me a paciência e tempo com fotos e relatos de férias empacotadas e formatadas para o gosto da classe média: Bla, bla, olha eu em Paris mais o meu noivo (que raio de palavra, noivo, é preciso ter mesmo falta de estaile), bla, bla, que tempo tao bom que estava em Cuba, bla, bla, bla, adoraaaaamos Paris, a chuva lá é tao charmosa. E EU QUERO LÁ SABER DAS TUAS FÉRIAS!!!! Nao há cú, sobretudo quando as sequências se repetem ano após ano. Mudem de cenários, caralho! Ó meu Deus, é tao triste ser invejosa.

    Pelos vistos de nada me deve ter servido assistir piamente à procissao do Cristo de la Salud carregando a sua cruz à frente de fieis e turistame vário. Os tambores a tocarem tétricamente o hino nacional, enquanto os encapuchados, descalços eles (com o frio que estava à uma da manha neste Madrid pós Aznar, tá tudo maluco) penavam os pecados transactos e pelos vistos só redimíveis à base de expiaçao pública e pouco púdica. Uff… E lá estava eu, mais Rititi do que nunca, com as lágrimas a escorrerem-me desalmadamente pela cara abaixo, soluços místicos no entretanto, ou no entrecopo, pá qué mentir como dizia o Caetano, porque até para ver procissoes é preciso ir preparada. E eu cá preparo-me à base de vinho tinto e pimientos rellenos, que uma coisa é ser religiosa e outra passar fome e sede. Para desgraças as do Cristo, que eu nao vim a este mundo para tratar dos pecados dos outros.

    O meu amor, dada a falta de fé e bezana nesses momentos, por pouco me manda internar, claro, descobrir ao fim de tantos anos o lado asceta da gaja com que se dorme tem o seu lado terrorífico. “Um dia destes ainda entras em transe elevatório enquanto estendes a roupa e depois nao há quem te desça do telhado”.

    Nao te preocupes, meu querido, que só me mistificas tu e da maneira que já sabes. Para uma vez que me dá pela procura do ser supremo, bolas…



    Por Rititi @ 2004/04/12 | Sem comentários »


    post dedicado ao gajedo que pensa que

    (Post dedicado ao gajedo que pensa que a rititi tem pilinha)

    Querido Blogue,

    Nao parece, mas eu também tenho pensamentos profundos. Tao profundos que só costumo dar por eles quando visito o ginecologista, coitado. Porque quando uma mulher ouve coisas como “a menina tem germes nessa cavidade húmida e cavernosa”, o minimo que lhe pode acontecer é pensar nas catástrofes humanitárias no Ruanda, para nao maquinar a forma de suicidio mais rapido. Talvez me atire a um buraco, mas do metro.

    A ginecologia é a profissao mais nojenta do mundo, penso eu de perna aberta e bata amarela, enquanto esse homem que nao me ama me enfia cavidade acima um instrumento diabólico e demasiado comprido para o tamanho da coisa. Pior que este trabalho, só lavar cus a velhos, que disso sei eu bem, quando alguma vez no passado me deu por exercer o bem em lares da terceira idade. E gratis.

    Uma visita ginecológica é uma experiencia animalesca, nao pelos instintos que se despertam, mas sim porque mais me sinto uma vaca no veterinário que uma gaja moderna que paga impostos e vê filmes legendados (em Espanha!). Toca aqui, mostre lá essa mama, vire pró outro lado, agora a outra mama, só me falta que me mande ladrar para ver se está tudo bem.

    Antes isto, digo-me recordando aquele doutor cheio de diplomas e beatices opusdei que tinha preparado para mim um inquérito à confessionário apostólico: a ultima vez que manteve relaçoes sexuais, já fez algum aborto, doenças venéreas presentes, que tipo de drogas usa, dasse, quantos parceiros e aonde. Vassemazéfoder ó homem de deus. Fui-me embora a correr antes que quisesse saber qual a minha posiçao favorita.

    E isto duas vezes ao ano. E pagando. Para que logo falem mal dos traumas femininos.

    Pagava para ver como um gajo ia voluntariamente a que lhes enfiassem um tubo pirilau acima.



    Por Rititi @ 2004/04/06 | Sem comentários »


    querido blogue uma gaja ja nem pode

    Querido Blogue,

    Uma gaja já nem pode passar um sábado descansadamente nos copos sem que os cabroes dos alquaedos lhe fodam o juízo e a bezana. Estes fundamentalistas estao mesmo na Idade Média mental e prova disso é a sua incapacidade genético-cultural para entender que o fim de semana serve para estar com os amigos e gastar dinheiro e nao para a imolaçao colectiva no meio dos suburbios madrileños entoando Alá é Grande ou nao sei o que. E menos ainda com um tempo destes, quando finalmente deixou de chover e o sol brilha na capital dos impérios zapateros. Que falta de sentido do ridículo, sinceramente.

    O meu amor, perante tamanha falta de sensibilidade islamita, tem um remédio infalível: berrar para a televisao e chamar-lhes filhosdaputa, cabroesdemerda, vaosemazéfoder.

    A terapia do palavrao parece que funciona, era isso ou enterrar-nos com convicçao na tristeza que é este Vale de Lágrimas, santa maria puríssima sem pecado concebida, ai nós, a santa Páscoa e a morte do sinhor a troco do perdao dos nossos pecados. Para ser católica é preciso ter um perfil claramente dramático, e eu, claro, prefiro encomendar um sushi por telefone a encomendar-me às vestes de Santa Verónica. Depois dá o que dá, poucas expectativas de vida eterna.

    E claro, quando uma gaja é convictamente agnóstica, nao se pode permitir o luxo de afogar as penas em agua baptismal, ao ritmo de sermao apocalíptico e via crucis, que além de demorar um colhao é sempre a umas horas do mais inconvenientes.

    Nao é que nao me acredite que tenha havido uma morte messianica na cruz, mas nestes tempos confusos de ódio e vinganças concretas talvez fosse mais sensato lembrar-nos da generosidade das Bodas de Caná, com a transformaçao da água morna em vinho comemorativo de vida y buen rollito. Porque o JC era boa gente e nao gostava que os amigos passassem sede num casório, mais ainda nas terras da Galileia, com o calor que faz por aquelas bandas. Mas claro, isto de ser agnóstica retira-me qualquer capacidade de argumentaçao teológica e daqui a nada tenho a congregaçao salesiana a fazer vudu com os meus textos.

    Por isso nego-me a ver o último histerismo fundamentalista do Mel Gibson. Para mortes e flagelaçoes já basta ligar a têvê em horário nobre. E nao tenho o grelo para tristezas, a dois dias de ir de férias.



    Por Rititi @ 2004/04/05 | Sem comentários »