Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • back to life back to reality que me

    Back to life, back to reality…

    Que me retirem desta vida de toxicodependencia laboral, pliz, pelo bem das geraçoes vindouras e da produçao nacional bruta. Eu, que poderia passar os dias a lipoaspirar-me, a limar o calo do pé direito, eu, que estendo as cuecas com tanto glamour, eu, perfeita dondoca em estado de hibernaçao, ai, que desperdicio ver-me assim, presa ao computador e ao ordenado, eu que TANTO tenho para dar gratuitamente a esta Europa sem Fronteiras e sem casas de cambio. Come on and save me, saaaaave me, como dizia a outra, save me, vá lá, ou ainda acabo esmerdadinha da silva e o mundo nao merece tamanha desfeita.

    Agora, com esta idade pre-madura, que bem entendo os planos maquiavélicos da minha esperançada familia, a menina hoje vai a um jantar com os pais, ponha-se linda, e claro, lá ia eu de laço e charme pre-matrimonial em alta, ao encontro de futuríveis administradores de empresas familiares, herdeiros de contas abastadas e quintas no Alentejo. Mas com esta mania minha de ser de esquerdas, absorta leitora dos diarios de Adrian Mole, sempre armada em espirito livre, desperdicei grandes oportunidades de um futuro à grande e à benzoca. A estas alturas do campeonato estaria dedicada às crianças e aos cavalos, Loureeeeeenço, venha cá à Mae, e dê UM beijo à Tia Bicocas, que giroooooo, e agora todos à festinha de anos da Carminho, que há meninas amorosas para lhe apresentar, todas finesses e com grande capacidade de procriaçao. E assim se repetem os ciclos, veja lá. Se me tivesse posto esperta, até tinha arranjado um senhor de certa idade e muitas posses, para lhe ficar com o apelido e cartao dourado, cheinha de fé numa morte subita, que fízesse de mim uma viuva nova e treinada no health club da Lapa.

    Mas quando uma é romantica à seria, leva uma vida de resignaçao mística, à espera do real love, do principe azul mesmo sem castelo e cavalo branco, do amor que nos eleve e dê razao a este vale de lágrima salgadas, de esse homem que nos salve da mediocridade do sabado à noite à frente da televisao publica.

    A mim tanta fe cega compensou-me. Um dia ELE chegou e nao há criadagem que supere tanta paixao lusitana. E mais nao conto, que este nao é o sitio para intimidades conjugais.



    Por Rititi @ 2004/06/22 | Sem comentários »

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *