Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • querido blogue desta vez nao escapo

    Querido Blogue,

    Desta vez nao escapo à furia justiceira de Deus, até já deve ter um raio cósmico preparado para me fulminar à mínima oportunidade. Porque mulher que se vira na rua ao luz do dia e de boca aberta e esbugalhados os olhos à passagem de um padre, um prior, um servo do sinhor, nao merece inferior castigo divino. Mas nao consegui evitar e quase que engulo o parquímetro à minha frente, tal o espanto erótico que me causou aquele homem de tunica preta até aos pés, passeando pelo Bairro de Salamanca cheio de charme e confiança, decidido nos seus passos como só os temerosos do Pai Celestial podem caminhar. E a mim, com à Rakel Winchester, me se sale el tampax sólo de pensarlo, oyes.

    O meu amor, quando lhe conto deste meu pecado de pensamento (porque pecado de acto nada, que uma quando se casa é com cláusula de exclusividade) nao sabe se me enviar à revisao no psiquiatra ou ao bar da esquina, assim como assim está sempre cheio de fufas e com essa fantasia erótica sempre se pode viver mais relaxada, sem medo à terrível vingança de Jeová, recambiada à eternidade dos infernos, mano a mano com Hitler e Torquemanada.

    E assim vai a sexualidade no feminino, claro, entre a genética católica e a incapacidade do gajedo de verbalizar os seus desejos em publico sem ser condenado pelo pudor da burguesia de missa e comunhao diária, a fantasia erótica do mulherame pátrio deve ser o segredo melhor guardado desde a morte de Sá Carneiro.

    Já com os pirilaus tudo muda, ó que sorpresa, nao há homem que nao resista a partilhar com os colegas o tolerante que é com a homossexualidade do grelo, no meio das duas, claro, e elas iam gostar, pois, tou mesmo a ver o Joca de Azeitao entre dois pares de mamas, o sonho da working class com pilinha.

    Depois admiram-se as gajas que os filmes pornográficos sejam para elas tao excitantes como um discurso do lider da bancada do PCP, atao o que queriam, a nao ser que a industria da masturbaçao ponha a Marketest a fazer inquéritos às donas de casa suburbanas nao há maneira de saber o que entretém as mentes e o underware das Isulindas Silvas do nosso Portugal. Estranha forma de vida, a caminho do confessionário cada vez que a imagem do negro lhe aparece por detrás enquanto se prepara o almoço de domingo para a familia. Mas ó querida, a gente nao pode contar a ninguem do que se gosta de verdade, ai se o meu Zé soubesse quantas vezes sonhei acordada com a namorada do meu filho…

    Depois queixem-se.



    Por Rititi @ 2004/06/24 | Sem comentários »

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *