Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • querido blogue vou ali grecia recuperar

    Querido Blogue,

    Vou ali à Grécia recuperar a Taça que os cabroes nos gamaram e volto quando algum armador milionário estiver disposto a financiar Mr. and Mrs. Pinheiro para toda a eternidade. É que um casal tão social e divertido como a gente deveria ser patrocinado, sponsorizado, incluído nas obras benéficas de um ricaço com pretensões filantrópicas. Também aceitamos a adopção, que a minha mãe não se importa nada que eu viva no bem bom e lhe mande todos os meses uma transferência para a conta nominal na Suiça.

    Que não pensem os incautos que este feliz espírito rititiniano vive à borla, com o caríssimo que é manter uma vida interessante nos banais dias de correm nesta Ibéria pós-moderna e bem pensante. Jantares, vestidos e penteados no Mercado de Fuencarral, depilação e pedicura francesa nas unhas dos pés, a Vanity Fair e outras bíblias obrigatórias para uma mente moderna, concertos de música barroca e copos no Buda Bar, tudo isto tem um preço e o meu amor já está farto de financiar tanto glamour aos empurrões.

    Ai, se os governantes soubessem o favor que fariam à civilização ocidental se incluíssem o luxo asiático na Segurança Social! Para quando um subsídio de style, nós que tão fartos estamos de contribuir para a baixa por depressão da Função Publica?

    Ao novo Primeiro-Ministro, eis as minhas exigências. Para um Mundo mais fashion, por uns saldos possíveis na Max Mara, pliz, sinhor ministo, ouça as minhas súplicas:

    Férias

    Tempo: A Rititi sofre. A Rititi chora. Cada vez que uma é obrigada a escolher vinte e dois, vinte e dois dias, vinte e dois dias (ai) para se dedicar à contemplação do corpo do ser amado alguma coisa vai mal. Exijo férias contínuas e sem limitações, pagas pelo Fundo Público para o Desenvolvimento do Bronzeado.

    Destinos: A Rititi (e todo o seu clube de fans) apresenta ao Ministério das Obras Publicas o projecto de demolição imediata de lugares abjectos e estupidificantes como Quarteira, Armação de Pêra ou a Quinta do Castelo. Como se vê, não somos discriminatórios.

    Moda: Subsídio para a Educação Estilista do Povo, já! Chanatas do Continente com calção de banho aos quadrados… ufff, tudo para a fogueira, povao incluído.

    Estado de Alma

    Trabalho: Não se pode ir trabalhar todos os dias se uma mulher quer manter o corpo de dezoito anos inalterado. Que raio de mundo este, incapaz de entender que são precisas horas de banhos de turcos para ter uma pele radiosa? E quem pode jantar sushi todos os dias, com bezana a condizer e bailarico até às seis da manha com ordenados da treta? Urgente, urgente, abolição da escravatura laboral já!

    Prazeres vários: Estamos fartas do engate de discoteca! Olá, és muita gira! Queremos aviões de suecos que nos apaixonem a ritmo de tango e cartão de crédito! Que desembarquem em Lisboa os tão ansiados xeques árabes com promessas de colecções da Hermes! Cama e unzinhos por decreto-lei!

    E pronter, que tenho que ir fazer mala. Que o Santana se ponha a pau, que daqui a nada volto com a Taça e um bronzeado que fará inveja aos meus colegas suburbanos e drogados na relaity-life televisiva.

    Até já.



    Por Rititi @ 2004/07/16 | 1 Comentário »

  • TiAnibal says:

    "projecto de demolição imediata de lugares abjectos e estupidificantes como Quarteira," Não é só você, pode estar descansada que o sindroma afecta muitas pessoas por esse país fora.

    Mas só vê ferro e betão quando pensa em Quarteira? Rititi queria as Caraibas aqui mesmo ao lado? Como Quarteirense não gostei do que andei a ler.

    Mas sem dúvida tem aqui um blog muito interessante.

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *