Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • querido blogue camuflada de audrey

    Querido Blogue,

    Camuflada de Audrey Hepburn, óculos gigantes, chapéu obrigatório e vestido sixtie que te mueres, esta emigrada lusa em terras zapateras sai de casa com o inquebrantável propósito de descobrir o Madrid que importa realmente, o que faz bater o coração de qualquer agarrada ao cartão de crédito, o que tira o sono às histéricas da moda, o Bairro de Salamanca, que se uma gaja tem que se armar em Indiana Jones de saias, pelo menos que seja na zona da cidade onde habita a maior concentração de milionários por metro quadrado. Posso não ir de Chanel, nem com complementos da Dior, mas a mala é uma imitação perfeita da Prada e a mim ninguém me convence do contrário. Inspiração, expiração, a Calle Serrano é sua, se me vou infiltrar no mundo do glamour e êxito social, o primeiro a fazer é começar a tratar-me a mim própria por você. Rititi, vá, você é um must, força querida, um beijo, vá lá!

    Para começar, nada como um energético pequeno-almoço numa terraza com ar elegante e com um fortíssimo cheiro a naftalina, e eu a destilar staile e com a Telva debaixo do braço, essa grande revista das dondocas que ainda continuam a achar que o Aznar é o Presidente do Reino das Espanhas. Falando do Bigotes, olha a primogénita do gajo, agora que é mãe ainda está mais feia e mais pirosa, por muito vestido de Custo que vista ninguém lhe tira aquela cara de mula. Tento controlar a minha veia de esquerdalha, mas a chegada de três idosas com a cara do Franco tatuada no bíceps atormenta-me tremendamente. Pago uma conta que mais poderia ser o aluguer de um quarto no Ritz e saio a correr antes que me mandem directa para um campo de concentração para emigrantes do Terceiro Mundo.

    Depois de revisitar o passado, nada como um banho de glamour, lambendo montras na Ortega y Gasset, Armani para cima, Hermés para baixo, já gostavam as cagonas do Restelo ter a metade do charme das empregadas do Gianfranco Ferré. Olha o Duque de Feria, como-se-puede-estar-tan-bueno-por-favor, aqui não é preciso tapete vermelho e palhaçadas à Santana Lopes na Rua Castilho no Natal, que por aqui parece que esta gente levita de tanta elegância, dinheiro e saber-estar na vida, deve ser porque mijam Chanel nº 5, e essa não é a Princesa de Preslav, qualquer coisinha lhe fica bem, e não como as pendéricas essas que enchem as revistas portugueses, a Cinha, que pena, para sair de casa precisa de restaurador Olex para ter um ar apresentável. Quando eu for grande quero ser um manequim da loja da Sybilla.

    Mas por muito que eu queira imitar o ar altivo das ricaças espanholas, à mínima oportunidade a pequeno-burguesa que vive dentro de mim vem ao de cima e deixa-me em ridículo, aproveitando a minha passagem pela secção de roupa interior da Versace. É que afinal aquele poderosíssimo pequeno-almoço tem os seus efeitos nos meus maltratados intestinos e pimba, neste caso pum, uma bomba fétida a aromatizar uma das lojas mais caras da cidade.

    Que vergonha, que desplante, ainda bem que ninguém me conhece detrás destes óculos tamanho XXXL comprados na feira dos ciganos, que me engula a terra e pernas para te quero, foge para o Metro e espera que nunca venhas a ganhar a lotaria que te obrigue a ir comprar sapatos no Bairro de Salamanca.

    Não vale a pena forçar as classes sociais, dizem-me as minhas amigas fufas à frente de um balde de uísque e várias doses de tabaco marroquino, e tu, minha linda, não nasceste para ser capa da ¡Hola!

    Merda, merda e mais merda, que maneira de rebentar com os sonhos da working class.



    Por Rititi @ 2004/08/25 | 1 Comentário »

  • Pocariço says:

    concordo…O bairro de Salamanca em Madrid é uma lufada de ar fresco…

  • Leave a Reply to Pocariço Cancel reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *