Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • querido blogue com um novo ian macewan

    Querido Blogue,

    Com um novo Ian MacEwan debaixo do braço, overdose da Grande Alface e muita pachorra como mochila vital, ai que bem que se está de ferias na nossa casa… Porque os emigrantes somos assim, queremos lá saber de pacotes turísticos aos subúrbios do turismo de massas, pacotes para os pobres de espírito, que a gente gosta é de volta à terra, reconhecer lugares, gentes e sabores sem a dobragem fatela e sotaque de Madrid. E eu, de tanto misticismo acumulado no outro lado da fronteira não sou muito diferente do senhor que partiu com pochette de carton à procura de uma vida digna e um futuro para a prole lá pelos anos sessenta, quando o mundo acabava na serra da Gardunha e na missa com comunhão ao domingo. Não, eu sou uma emigra de verdade, uma exilada na capital dos impérios zapateros, uma triste que quando atravessa Elvas pára na primeira estação de serviço para beber uma bica se faz o favor e solta uma lagriminha ao sintonizar a Rádio Despertar, a sintonia de Estremoz. Enfim, eu cá sou mais uma votante por correio, mais uma saudosista do sentir pátrio em terras estranhas, mais uma minoria étnica num país de multi nacionalidades e problemas linguísticos.

    Mas depois de quarenta e oito horas de intensa vida social nesta Lisboa que tanto me dói cá na alminha tiram-me logo do sério e a saudade e o saudosismo transformam-se em decepção. Outra vez fico cá com uma azia nos meus interiores lusitanos, que pá qué. A tmn que me nega uma fluida comunicação com os meus amigos, fans e familiares, falha no cartão sim e pede lá uma segunda via, para não te armares em esperta; uma festa no lux cheia de tristes suburbanos engravatados de convite na mão e nome da mailing list, bem vinda sejas a esta imitação pretensiosa de Londres à beira Tejo com direito a câmaras de televisão, roupas novas, seguranças com microfones intimidadores e dj’s convidados; carros que habitam naturalmente os passeios e a minha vida sempre em risco a passear no meio da estrada; cabrões que por direito divino se sentem no dever másculo de me comerem com olhos, a palavra e atitude arrogante sem o mínimo respeito pela integridade da mulher; gentes pequeninas e frustradas que enchem paginas de jornal, best-sellers, programinhas na sique gaja e blogues com pseudo-pensamentos de merda com uma estupidez congénita digna de quem por cagaço e mediocridade nunca saiu do seu buraco na periferia; e eu que não me aguento. Não há pachorra, pá, e nem os jantares com os meus queridos amigos, bezanas com a minha mana má linda có soli e uma interessantíssima e rica blog-date com a melhor mãe da blogosfera portuguesa me tira esta sensação de desamparo.

    Eu quero cá voltar, a sério, só não sei se estou preparada para andar sempre a levar na cabeça cada vez que tiro as lentes da saudade típicas de quem vive longe de casa.



    Por Rititi @ 2004/09/30 | Sem comentários »

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *