Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • post homenagem ao melhor blogue

    Post-homenagem ao melhor blogue português alguma vez escrito, lido e pensado mas que por razões misteriosas não é actualizado desde que a Maria Madalena teve o primeiro período.

    O Sapato da Gata Borralheira.

    Sapato de vidro não chora, cristaliza-se. É o que me safa. Da minha vida como calçado das deslavadas heroínas da Disney só tiro os proveitos da conta bancária na Suiça. E agora, a dois telejornais de entrar para a reforma, preparo-me para escrever a minha autobiografia. Eis a esperada vingança. Podres, calos, unhas encravadas, odores a queijo de Serra, nada ficará de fora das páginas que revolucionarão as mentes mais pacatas.

    Porque o público merece saber a verdade. Precisa ser elucidado sobre a palma do pé mais escura das vedetas dos sonhos animados da infância. Todas cheiram mal dos pés. Todas fingem calçar um número menos. Todas escondem os joanetes da fama e do barulho das luzes da ribalta.

    Mas Ela é a mais hedionda. Uma mimada, a Diva com os pés de barro. De todas a mais cabra, a mais inumana. Destruiu uma família inteira de sapatos de vidro oriunda da Boémia só porque deixavam transparecer os pelos do dedo gordo do pé direito. Puta. Ninguém lhe servia, nenhum salto a consolava, como se o destino do calçado fosse embelezar umas pernas defeituosas à nascença. E que tornozelos tão gordos, Ó Deus!

    Eu era ainda uma jovem chanata quando a conheci, sonhador e com a biqueira cheia de esperanças e ilusões, até que ela as pisou, desprezando as capas da minha alma. Sofri como ninguém o andar altivo de quem anseia acabar os seus dias a comer perdizes no Palácio Cor de Rosa do Reino da Fantasia. Nunca mais fui o mesmo: ainda acordo durante a noite, encharcado em suores frios, ao recordar como me humilhou ao perder-me de propósito nas escadarias do Palácio do Príncipe Encantado. Todo o Mundo Civilizado viu como me abandonou, solitário na que se suponha ser a minha saída triunfal do Baile. Fui obrigado a sofrer os patorras porcas das Feias Irmãs Malvadas, e aí, confesso, quase me despedacei em mil pedaços. Tudo para a sua glória. Tudo para que a Abóbora se transformasse de vez no Ferrari que a tirasse do quotidiano das panelas sempre por lavar. E enquanto a menina desfruta da Fama do Para Sempre Jamais, eu, coitado, ganho pó nos armazéns da memória. Mas por pouco tempo, devo ser paciente.

    Cindarela, o teu reinado está prestes a acabar. Terás noticias minhas, juro pelo espírito eterno de Manolo Blahnik.

    E agora vê lá se te deixas de paneleirices e te pões a escrever.



    Por Rititi @ 2005/01/25 | 7 comentários »

  • AS says:

    Não sei se será o melhor blog português. Também nem sei se isso existirá, mas é sem dúvida um dos que vai entrar para a minha lista… Ainda por cima, como não conhecia, tenho muita escrita a pôr em dia. Nem importa que esteja desactualizado. 😉

  • Luís F. Simões says:

    Estou ofendidíssimo, julgava que o meu era o melhor – nem quero acreditar que alguém possa ter colocado tal em causa! 😉

    O melhor não é com toda a certeza. Mas que o "Vodka" é um dos bons blogues portugueses, já não coloco em dúvida. Estive por lá a lê-lo, com calma – e vi que é mais um que tem criatividade e inteligência.

    À medida que vamos tendo conhecimento de outros, vemos que não estamos nada sós nesta blogosfera, e isso é muito bom.

    A cada esquina, com alguma frequência, deparo-me com criatividade e inteligência – nem percebo porque é que este país se encontra no estado em que está. Quer dizer, perceber percebo.

  • Bruno Ramos says:

    Esta imagem é absolutamente fabulosa, parece saída de um quadro do Salvador Dali.

    Quanto ao vodka7, é um excelente exemplo de que os maus fígados dão boas leituras!

  • Victor Lazlo says:

    Não concordo, querida Rititi. Na minha opinião, o mais difícil num blogue é aliar a qualidade à regularidade na posta. Ora, apesar do brilhantismo indiscutível do Vodka, a verdade é que os seus dois ou três posts por ano não chegam, de forma alguma, para o qualificar de melhor blogue.

    Repara que até o Luís Delgado poderia parecer minimamente inteligente se só publicasse os seus dois textos menos maus por ano.

  • rititi says:

    Ai, ai, ai, Victor… esta coisa de incluires no mesmo texto Luis Delgado e Vodka 7 nao está bem.
    Há molho, há…

  • DaVinci says:

    Se o Vodka7 é o melhor, como classificar o teu e o do Vida de Casado, só pra dar 2 exemplos? 😉

    http://eprecisolata.blogspot.com

  • mfc says:

    Avinha-te… abifa-te … e abafa-te!

  • Leave a Reply to rititi Cancel reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *