Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • grandes momentos da vida laboral

    GRANDES MOMENTOS DA VIDA LABORAL: JANTARES DE DESPEDIDA

    Pré-reformas, despedimentos, deslocações, a vida do trabalhador dependente não está fácil. Sobretudo para os que ficam e são obrigados a assistir aos jantares de despedida, vestidos de fim-de-semana e com cara de festa.

    – Restaurante caro, empregadas semi-nuas, a inevitável música ao vivo e o homenageado com a convicção de que após quarenta anos de dedicação à empresa finalmente vai ter uma noite de sexo louco com a comercial recém casada. O meu reino por uma gastrite aguda que me tire desta merda.
    – A secretária velhadas com as mamas em cima da mesa, os olhos do estagiário no decote da velha, a comercial recém casada com cara de querer lamber as intimidades do rapaz e o homenageado com a mãozinha a tentar apalpar as coxas morenas da rapariga. Nada como uma noite de convívio para reforçar as alianças entre os colegas de escritório. Não há escapatória possível. Rititi, tu bebe filha, tu bebe.
    – Vinho a granel, beatas nos cinzeiros, a comida essa nem se toca, apalpões debaixo da mesa, as mamas da velha cada vez mais à mostra e da casa de banho vem-se com uma alergia estranha. Deve ser do ar condicionado, coitados, todos a fungar do nariz. Depois os chiribitis é que são droga má e causa da delinquência juvenil e violações nas escolas. Ainda bem que eu vim já fumada de casa.
    – Café, uísque e a exaltação da amizade, abraços, saias que sobem sem querer e os litros de vinho ingeridos a fazerem efeito na cabeça desta boa gente que só sai de casa quando no escritório se festeja alguma coisa.
    – Finalmente, a dança. Uau. A secretária, já sem soutien, move-se freneticamente. É o fim do mundo e vamos morrer todos esmagados pelas mamas da gaja. O homenageado desiste das coxas da recém casada e de repente sou eu a perseguida. Ai foda-se, ó caralho, mas tu não tens mulher? Vai é meter o dedo no cu ou na puta que te pariu, e o meu uísque, por Dios, onde está o meu uísque?
    – Às duas da manhã a sanita só se usa para vomitar, acabou-se-lhes a coca e o fingimento. A jovem comercial chora baba e ranho depois de ter sido fotografada com a cabeça nas profundezas do estagiário, entretanto considerado o campeão da noite. O homenageado, de rastos pelo restaurante, paga 50 euros a uma das empregadas de mesa para que lhe mostre o mamilo. As mamas da velha espalhadas pelo chão e eu a correr para dentro de um táxi. Salvem-me, salvem-me!!!!
    – Mr. Pinheiro em casa: bem feita, bem feita!!!



    Por Rititi @ 2005/06/23 | 17 comentários »

  • O_Pombo says:

    Jantares de escritório hoje em dia são pouco mais do que rituais de acasalamento pequeno-burgueses. Uma hipótese de saborear a vida para quem não a tem.
    Que diria Bruce Chatwin de tudo isto?

  • Mindtrap says:

    E quem trabalha por conta pr´pria fica a chorar no dedo….

  • clô says:

    LOOOOOOOOOOOOL! Acho que vem aí um novo livro: Rititi no trabalho. A sério. Os cursos de recursos humanos precisam de uma nova bíblia.

  • Rita says:

    Ninguém te manda, Mr. Pinheiro tem razão, minha cara….
    🙂

  • tasque says:

    mas isso é mesmo a sério? a mim o mais que me acontece é beber de mais e dizer mal do chefe às pessoas erradas…

  • rititi says:

    Ai, esta vida de rititi….

  • PedromcdPereira says:

    Pelo menos o homenageado não a encharcou de baba e ranho (principalmente ranho) enquanto a mareava com a história da sua triste e enfadonha vida.

    Con un porro en la cabeza, todo va bien no? Sempre ajuda…

  • rititi says:

    Un porro… o dos!

  • vieira do mar says:

    AHAHAHAHA (tão bom…ai! e o final…)

    Lembrei-me do "The Office" e daquelas geniais festas de empresa, em especial, da de despedida do David Brent (também tão bom, tudo aquilo…ai!)

    Bem haja, minha querida amiga. Bem haja.
    😉

  • toka_ says:

    dime que restaurante era para borrarlo de mi vida….

    y la de las tetas pellejas quien era??

  • Blogger says:

    Desculpa usar a caixa de comentários para uma pergunta a uma comentadora mas não resisto: Toka, a estas horas não devias estar noutro sítio? Esses meses parece que nunca mais passam : )Ouvi dizer que estás linda, aqui em casa não te são poupados elogios.
    Muitos beijinhos para as duas (a autora e a Toka)

  • toka_ says:

    Ola… perdona rita que tambien usare este medio para responder …
    en portuñol vale que no tengo spelling!!!

    ja ja sim ja devia estar a fazer coisas propias da maternidade mais.. eu nao sou assim …. , ainha tenho alguns asuntos entre eles tentar ir com a RITITI ao musical de MECANO!!! mais ela esta sempre na Televisao Portuguesa ja tornou mais famosa que Ana Torroja.
    Foi uma pena que nao te vi em Lisboa mais espero que na proxima parada em Madrid jantemos juntos com os casal Pinheiro

    vale??

  • JNAS says:

    …ainda tenho os abdominais doridos de tanto rir ! Fantástica esta Rititi ( sem promessas de jantaradas porque não visita o http://www.ilhas.blogspot.com…as mulheres nunca são demais )…

  • Bruno says:

    Mas ó Rititi…este post não está já no livro?

  • rititi says:

    Bruno, este texto é original. Ai se é.

  • L'enfant Terrible says:

    Beeeem! Mais do que com a mosca, tu acertaste mesmo na mosca :). Agora imagina trabalhar num dos maiores grupos empresariais do país. É multiplicar isto e trocar o restaurante pelo Pavilhão Atlântico ou a sala de congressos da antiga Fil :).

    LOL

  • zé leonel says:

    jantares a cinco, pois é. sobra sempre algo, eu disse.

  • Leave a Reply to clô Cancel reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *