Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • rititi educa o povao amelie nothomb um

    RITITI EDUCA O POVAO

    Amélie Nothomb, um básico para o Outono.

    Claro que agora deveria escrever alguma coisa sobre a importância da nova literatura feminina, o choque de civilizações, a herança machista no Japão actual e o caralho. Mas não posso: tenho um comboio metido na minha cabeça. Chaca-chaca-chaca. Um comboio cheio de pedreiros a martelar. Trrrrr-trrrrr-pum-pum-trrrr-chaca-chaca. É uma pena que não se possa trabalhar de óculos escuros, seria muito mais fácil sobreviver à ressaca camuflada de estrela pop de incógnito.
    Aviso final: mantenham-se longe de mim. Com o meu hálito sou capaz de matar um cavalo.



    Por Rititi @ 2005/09/30 | 7 comentários »

  • Miguel says:

    Desculpa, mas vou correr o risco de me aproximar. Hoje tb eu acordei a ressacar, estou solidário, este sol ilumina demasiado o lixo, mas tb aquece o corpo.

  • princesinha urbana says:

    Quem me dera estar de ressaca, era sinal que me tinha divertido muito há pouco tempo… Mas não, tenho um comboio na cabeça mas é de tanto ouvir gente chata…

    http://claudiarocha.blogspot.com

  • Bino says:

    1- Educar o Povão é ensiná-lo a tornar-se livre – neste país não convém.
    2- Em Portugal lê-se demasiado. Anda tudo a ler para não ter de pensar, leem-se livros com ideias e teorias na esperança de adquirir as ideias de outros que já pensaram naquilo que todos deveriam pensar individualmente e de forma independente.
    3- Quanto ao mau hálito, muita gente padece dele. Estou sempre a levar com gente que nada em dinheiro, mas que infelizmente recusa-se a investir parte dele num correcto tratamento dentário. No teu caso, deves estar a inventar. Uns copos a mais na noitada anterior ? Nada que uns rebuçadinhos de mentol não tratem.

  • alter-lego says:

    Básico para o Outono, marida, é encontrar um bar daqueles à antiga, onde o gim seja atómico mas ninguém pulse o botão no dia a seguir…

    Cá na xaranga, também tive de adoptar a técnica de falar-com-as-pessoas-a-um-braço-
    -de-distância e de as olhar de esguelha, para não se notar muito estes olhos, que hoje parecem a bandeira francesa.

    Enfim, como algum sábio já disse, «deitas-te com as pipas, acordas com as fontes».

    Bejufas,

  • Luna says:

    Viva o gurosan, o companheiro inseparável das aventuras e desventuras da mulher moderna, Isso e umas trident. 😉

  • rititi says:

    Ai, o comboio que não para, o caneco, porra pá.
    Pinheirinho, meu amor, vou já ter contigo.. ai.
    Tridents, elixir bucal, caramelos… NADA! Ai, que me mato.

  • bonifaceo says:

    Ah ahah…! Bafo horrível, horrível, é o da cerveja, depois de já muitas bebidas, é mesmo horrível. Ainda bem que deixei de beber, tirando aniversários e comemorações por isto ou aquilo. Também só fico de ressaca quando chamo por um certo santo, e quando isso acontece é porque abusei e o meu fígado coitadinho passa muito mal e ando a chá e tudo, porque fico muito mal mesmo!

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *