Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • rititi em festa de maos vazias regresso

    RITITI EM FESTA: DE MAOS VAZIAS REGRESSO A VÓS.

    Nada. Népias. Cero Patatero. Os leitores preferiram a Teresa Direitinho
    e eu com as maos a abanar, depois de seiscentos quilómetros e uma tualete nova. Acho mal, pá, sobretudo porque nao fui avisada que o resultado final dependia da votaçao dos leitores, via telefone, fax ou maile. Onde está o direito ao suborno neste caso? Igualdade de condiçoes?? Tá bem abelha. Cagonlalecheputa con lo que me gusta a mí ser la protagonista de la historia, hay que joderse, Manuela, que poquito respeto hay por los emigrantes.
    Enfim, que parabéns aos vencedores da noite: Teresa Direitinho, Clube Náutico de Mértola, Adega Cooperativa do Redondo, Mata Cáceres, Tonicha, Joao de Deus Pinheiro, Vitorino, a Biblioteca Pública de Évora, a Chiquita, aquele gajo do teatro cujo primeiro amor morreu com cinco anos de fome e os restantes 16 galardoados da noite.
    Breve Crónica Social:
    – O Fernando Pereira tem uma cara nova feita de botox. Mas a operaçao correu mal.
    – A Tonicha, que sempre foi alentejana porque ser alentejano é diferente (sic), teve uma doença grave mas, graças a Deus, está melhor muito obrigada e avisa que já dá concertos.
    – O herdeiro do império Nabeiro precisa urgentemente de se inscrever no ginásio.
    – As apresentadoras (a Sónia e a Raquel) …. Pois… O sea… Como é que eu digo isto sem ser mal-educada….. Pronto, nem toda a gente serve para apresentar uma gala… E qualquer problema de dicçao trata-se. E usar lentes de contacto, vamos lá, faz uma mulher mais bonita.
    – Homens com mais de cinquenta anos e bigode, do Baixo Alentejo e vestidos de fato cinzento têm mais possibilidade de ganhar um prémio em Beja. Inevitavelmente todos têm uma mulher a quem nao ligam puta e à que dedicam o prémio “pela paciência”.
    – O Prémio “Mais Cromos” foi ganho por um tal de Carvalho Faxista. Nao tenho mais a nada a dizer.

    (um grande bem-haja ao António Sancho, à Ana Cabral e a toda a equipa da Mais Alentejo. Para o ano quero a minha jarra de barro. Isto nao é uma ameaça. Só aviso que tenho amigos sem escrúpulos e formaçao primária)



    Por Rititi @ 2005/11/19 | 6 comentários »

  • clô says:

    Esta descrição parece uma cena do Casino Royale! Para o ano há mais?

  • Guarda-factos says:

    Não sei se os prémios estavam divididos em categorias, mas quando tens pela frente um concorrente como a Adega Cooperativa do Redondo, esquece, sai de mansinho e baza: aquilo é só lobbies 🙂

    Quanto aos restantes, estavas bem e mal acompanhada… mas se houvesse um Prémio-revelação-rosa-cueca-grelame, oh oh, no papo!

    Responde-me só a esta (porque vale uma aposta): o Fernando Pereira tem um implante capilar, não tem?

  • Mak, o Mau says:

    Se eu tivesse de partilhar um qualquer evento com o Fernando Pereira…sair de lá sem vomitar as tripas já seria uma vitória…

  • bonifaceo says:

    E foi o primeiro ano que se realizou o evento?
    Tenho que andar mais atento, nunca vi essa revista à venda, se sair uma edição a falar da gala, a ver se compro ;).

  • xylophóros says:

    Eu avisei-te, Rititi. Quer dizer, não te avisei mas… pensei no assunto. O que vai dar ao mesmo.
    Pois eu sabia que não irias receber prémio algum.
    Repara:

    Teresa Direitinho, como o seu próprio nome indica, não dá hipóteses a ninguém.

    Clube Nautico de Mértola, Adega Cooperativa do Redondo, Mata Cáceres, Vitorino e aquele gajo do teatro cujo primeiro amor morreu com cinco anos de fome, têm uma característica em comum: o vinho.

    "Arre burra cámanhã é sexta, sericotalho, bacalhau, azeite e alho, cámanhã é dia de trabalho".
    Com que letras lutavas tu, Rititi, contra quem assim canta?…

    João de Deus Pinheiro. Coitada da Rititi: ex ministro da educação; ex ministro dos negócios (repara bem) estrangeiros; ex euro deputado (só por isto, levavas uma banhada); ex disto (salvo seja), ex daquilo… Nada a fazer.

    Biblioteca Pública de Évora. Um livro contra todos?…. Pois.

    Resta a Chiquita. Mas que esperanças tinhas tu contra uma representante do "povão"?….. Revenge, portanto.
    Só mais uma coisa, e que fique entre nós: a Chiquita foi a atracção principal no 4º Concurso Regional do Rafeiro do Alentejo em 2003. Como vês, não estamos a falar de uma qualquer!….

    Tu, Rititi, que, ultimamente, te andavas a despir tanto (os últimos textos foram um tirar de roupa!…), valeu alguma coisa vestir-te, ainda por cima, de comprido?…
    Deixa lá. Qualquer dia ainda te cai um "Principe das Astúrias" em cima – acautele-se, Mr. Pinheiro, com esse bigode…!

    PS: Gosto de contrastes. Rititi, está na hora de mudares de música. Que tal estas parelhas: Chemical Brothers e os nossos Dizarte; Zucchero e o nosso Toni da Carreira; Los Delinquentes e os nossos Afonsinhos do Condado; e porque não, Karl-Henz Stockhausen contra a nossa banda residente do "Portugal no Coração"; e que tal, Bach, tocado pela viola do teu Alirio Diaz, contra o nosso António Chainho; ou, por último, "A Flauta Mágica" em som, contra o Coro Sant'Amardoeiras.
    Que tal?…
    Fala lá com o Bonga, pá, e muda-me esse IPOD.

  • Peter of Pan says:

    Vá, não há-de ser nada. Perante o nível da concorrência, até fica bem não ganhar prémio algum.

  • Leave a Reply to xylophóros Cancel reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *