Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • este mes calharam as loiras

    Este mês, calharam as loiras.



    Por Rititi @ 2006/02/27 | Sem comentários »


    e manada que ja la vao tres anos

    E manada, que já lá vão três anos

    Parabéns aos meus queridos Marretas, maravilhosos autores da grande referência da blogosfera portuguesa.



    Por Rititi @ 2006/02/26 | Sem comentários »


    como entender espanha brevissima

    COMO ENTENDER ESPANHA
    Brevíssima introdução à realidade espanhola (e todas as suas circunstâncias)

    - Meios de Comunicação
    Ler El País, ouvir a Ser e ver a Cuatro é como assitir a uma conferência de imprensa do Governo socialista (PSOE), o que obriga a ler El Mundo, ouvir a COPE e ver Popular TV, que é igual que estar presente num comício da oposição (PP). Para a Razón a ETA promove o Estatut, no ABC conta-se como ZP cede à chantagem da Al-Qaeda, no Confidencial o Governo é anti-espanhol, O Real Madrid é eterno campeão para o Marca, na Vanguardia o PP mina a economia catalã, a TeleMadrid apoia todas as manifestações contra o PSOE, o Jueves só goza com a hierarquia católica e tem medo dos árabes e a TVE, que é a bandeira da imparcialidade, mete imagens de Rajoy no meio de uma reportagem sobre as torturas de Abu Ghraib.

    - Coração
    Julián Muñoz anda de turnê pela Argentina com a Pantoja que foi casada com Paquirri, separado de Carmina Ordoñez e que pariu Fran Rivera, em vias de divórcio da única rapariga da Duquesa de Alba cujo primogénito anda enrolado com Alicia Koplowitz que esteve casada com Alberto Cortina que agora está à espera de um filho com Elena Cué que já foi amiga de Mar Flores que teve um caso com o milionário Fernando Fernández Tapias até que se acamou com o Conde Lecquio depois este de ter um filho com Anita Obregón que também já fodeu com David Beckham e que durante anos foi perseguido por Nuria Bermudez, estrela das Crónicas Marcianas até que já não houve mais jogadores da bola a quem meter a mão na braguilha.

    - Política
    O PSOE fez pacto de Estado com a Esquerra Republicana da Catalunya, perigosos radicais anti-americanos e que exigem maravilhas da inteligência como o fim das relações diplomáticas com Israel. Eram todos amigos até que chegou o Estatut às sondagens de popularidade, momento em que o Governo troca de amante e pacta com Convergencia i Unió, catalães de direita e que são contra o matrimónio homossexual, o aborto e a regularização em massa de emigrantes. O PP, como sempre, acha mal. Acha mal à lei do tabaco, mas votou a favor; acha mal à Lei da Educação apesar de ser uma cópia da deles e acha mal aos pactos com os nacionalistas, mas esquece-se que fez os mesmo durante oito anos com a CiU e o PNV, archi-inimigo actual pela sua postura em relação às negociações com a ilegalizada Batasuna que tem sempre os microfones abertos para partilharem com o mundo os frutos da sua diarréia mental.

    - Revisionismo histórico
    Para já Espanha não existe, os catalães foram sempre uma grande nação e os bascos uns intrépidos revolucionários anti-sistema. Isabel Católica era uma vaca anti-semita que não sabia ler nem tomava banho, a Conquista da América foi um erro histórico e os muçulmanos eram muito bonzinhos e tolerantes que gostavam imenso dos cristãos ignorantes e mal agradecidos. Os Austrias foram uma dinastia de merda, a Idade de Ouro, Quevedo e Gongora um acaso da natureza e só Cervantes é que sabia escrever. Todos os espanhóis tiveram um avô republicano que morreu na Guerra Civil. Juan Carlos era um beto analfabeto que passava a vida na caça e o 23 F evitou-se porque os anónimos cidadãos, que eram comunistas mas não sabiam, foram muito valentes e pararam os tanques com as mãos nas ruas de essa Espanha fora. Nos oitenta toda a juventude votava esquerda, era punk e melhor amiga de Pedro Almodóvar. Actualmente não há família sem gays, os transexuais também têm sentimentos e direitos mesmo sem ter que mudar de sexo e nas mesquitas só se fala bem da cultura ocidental.



    Por Rititi @ 2006/02/23 | 8 comentários »


    e agora um bocadinho de coltura 6

    E agora um bocadinho de cóltura

    6 DEMENTES CONTRA EL MUNDO, o necessário disco ao vivo dos Def con Dos (www.defcondos.com), referência metal de qualquer adolescente minimamente inteligente dos anos noventa e o primeiro grupo a ter um disco catalogado com a etiqueta de “parental advisory”. Estão velhos, gordos e chatos? Olha, também eu, mas não é por aí que o gato vai às filhoses. A eles deve Espanha o conhecimento dos Beasty Boys e as letras mais hilariantes que agora os ofendidinhos da cabeça apelidam de politicamente incorrectas num país com excesso de clichés e música merdosa. Sem a música de Def con Dos “Acción Mutante” não teria atingido as quotas de lucidez que fizeram de Alex de la Iglesia um dos realizadores mais brilhantes desta discoteca de verão em potência, nem os meus primeiros anos de faculdade teriam sido tao divertidos graças a uma banda sonora de luxo. Por culpa deles odeio Yoko Ono, acho que «tuno bueno é o tuno muerto» e tenho um pânico do caralho a uma morte ridícula.
    Assim sendo, muchas gracias, tíos. Y si alguien me llega a decir hace diez años que un día iba a compartir estudio y emisiones en diferido con César Strawberry sobre el sexo de los ángeles, las ondas hertzianas y el niño dios, mira Jorge Juan, me da un yuyu del descojone y emigro a Malasia muerta de la risa. Pues sí, gentes del mundo, la vida da extrañas vueltas y doce años después de Armas pal pueblo pude agradecer personalmente. A lo que hemos llegado, si me viera Fabián.



    Por Rititi @ 2006/02/21 | 5 comentários »


    aniversario ao quadrado e alguem avisou


    ANIVERSÁRIO AO QUADRADO

    - E a alguém avisou que íamos à festa?
    - Atão e o presente, alguém se lembrou?
    - Se houver gajos mais giros que nós, eu vou-me embora, pá.
    - E ela, olhará para mim?
    - Vá despachem-se, que chegamos tarde e ainda fica zangada!!

    Meninos, calma, que a Sofia não é dessas. Aliás, como a Sofia há poucas mulheres: bonita, más lista que el hambre, talentosa, mãe atenta, mulher do homem que a merece e feliz, muito feliz, sem complexos.
    Parabéns, querida Vieira do Mar, pelos dois anos de blogue Controversa Maresia!!!



    Por Rititi @ 2006/02/20 | 2 comentários »


    es que me lo ponen huevo tu

    Es que me lo ponen a huevo, tú.

    PREMIO VAI AO CU A TI DA SEMANA: DOCE INFANCIA

    “El Juzgado de Menores de Sevilla ha impuesto penas de entre 60 y 100 horas de trabajo social en un centro de discapacitados psíquicos a diez menores detenidos por someter a burlas y vejaciones a una joven discapacitada mental y grabar los abusos con una cámara de móvil para, posteriormente, colgar las imágenes en Internet.”

    Ter filhos em Espanha transformou-se num desporto de risco, ou pelo menos assim o juram os progenitores das dezenas de menores que nos últimos meses foram apanhados a queimar mendigos (ou foram presos por gravar no telemóvel brutais sovas a transeuntes incautos ou por tentar assassinar professoras grávidas nos corredores dos liceus públicos). Crianças legais com corpo suficiente para matar, fornicar ou insultar sem qualquer sentimento de culpa, como se os actos não tivessem consequências e os delitos estivessem fora do seu âmbito social. Meninos – coitados – sem base emocional, e se a têm não é o suficientemente válida para os parâmetros das marcas, o tamanho da pila e o complexo de pertencer a uma tribo. Matam, violam, gravam. Nada de mau. Educar é traumatizante para as criaturas, castigar é sinónimo de fascismo e para o amor já não há crédito suficiente.
    E depois vem a conversa do costume: o meu Cristiano, violador de deficientes mentais em descampados? A Kátia Vanessa, vendedora de pastilhas na hora do recreio? Impossível, não pode ser, juro pela minha saúde que se trata de uma infâmia, de terríveis calúnias! A culpa é dos filmes, sotôr, da PS2 e dos videoclipes musicais que eles vêm na televisão do seu quarto (??????) enquanto eu estou a trabalhar. Sabe como é, uma mulher sai casa nem de dia é e só volta para a hora de fazer o jantar e pôr três máquinas, arrumar a casa, passar a ferro e levar o cão – do menino – à rua. A vida não está fácil e as crianças precisam de coisas, calças de marca, ténes caros, emepetres e computadores para fazerem os trabalhos de casa: que não lhes falte de nada, minha senhora, não vá a Elisabete ficar traumatizada por comparação e a tenha que meter no psicólogo.
    Para falar com eles – o que se diz conversar, saber o que lhes passa pela cabeça e o que fazem durante as horas em que eu me mato a trabalhar – estão os professores, as instituições e a coisa pública, era o que mais me faltava, porra, ter filhos para que o Estado se desentenda deles! Parir não me obriga a aturá-los e se querem ser gente que se façam à vida.
    E assim vai Espanha – e o mundo – cheia de vândalos adolescentes, paridos por animais inconscientes e mais preocupados pela marca da sapatilha que pela transmissão dos valores básicos que qualquer ser humano deveria dar por adquirido. Como é possível que a gravação de aberrantes humilhações via telemóvel fique impassivelmente reprovada com horas de serviço comunitário? Como se pode entender que os filhos da classe média se divirtam assim? Estamos à espera do quê?
    A violência já não é a causa, mas sim a consequência de um mundo disparatado onde ninguém tem tempo para amar, castigar ou perder tempo em educar futuros adultos.

    Em t-blog, tunaite, a violência a debate



    Por Rititi @ 2006/02/16 | 12 comentários »


    no el jueves brevemente censurado por


    No El Jueves, brevemente censurado por essas comissões estatais cheinhas de boas intenções politicamente correctas, responsáveis pela higiene mental do povo e hiper-sensíveis aos sentimentos religiosos – dos outros, porque quando se toca o catolicismo, os símbolos cristãos e Bento XVI não há lider da esquerda que chame pelo bom senso, o respeito pela diferença e a multiculturalidade. Está bonito isto, está.



    Por Rititi @ 2006/02/15 | 1 Comentário »


    frases de casa estoy mas tenso que

    FRASES DE CASA


    Estoy más tenso que Marco en el Día la Madre

    (José, recém estreado e com sotaque)



    Por Rititi @ 2006/02/11 | 3 comentários »


    api bardai rititi api bardai tu mi 31

    API BARDAI, RITITI, API BARDAI TU MI

    31 anos neste corpo serrano! Is the final countdown? O fim da picada? A inevitável queda até à decadência dos quarenta? Também. Mas não só.
    Viva eu, a minha celulite, os pulmões carbonizados de tanto fumar, a barriga cervecera, os anos vividos e as decepções no caminho, a memória da gata Lucrécia, os meus amigos mais queridos, as mudanças de casa e os livros perdidos, Corelli, Luis Cernuda e as mulheres de Almodóvar, o amor de Mr. Pinheiro e as noites a dois no quente da cama, as histórias dos meus mortos, as lágrimas de ontem, a certeza do sempre e nunca mais no núcleo duro familiar e el peazo de fiesta que começa – três, dois, um – JÁ!



    Por Rititi @ 2006/02/09 | 37 comentários »


    involuntaria operacao biquini quando

    INVOLUNTÁRIA OPERAÇÃO BIQUINI

    Quando uma mulher começa a referir-se a si própria na terceira pessoa – a Rititi isto, a Rititi aquilo – corre o risco de perder o controlo sobre o quotidiano. A vida deixa de nos pertencer e começamos a ser vítimas de uma história que nada a tem a ver a nossa, como se os acontecimentos que nos ocorrem fossem fruto da vontade alheia. No meu caso específico, encontrei-me ontem mascarada de Jane Fonda num ginásio de bairro, toda eu téne, calça do fato de treino e tisherte de algodão, com o plus do soutiã reforçado e meínha branca. O fim do mito? Nunca mais tabaco? Acabaram-se as ressacas sin fecha ni calendario? Pues va a ser que no, tú. Só vou ao ginásio para continuar a beber, comer e fumar o que me der na venta.
    Acho mal passar uma hora lá metida? Pois acho. Gosto de estar ali, rodeada de pindéricos, gordas oleosas, gays em cio, gente desesperadamente suada, a ouvir música de merda enquanto me olho ao espelho? Não. Só os doentes gostam de ir ao ginásio. Aliás, os ginásios deveriam estar proibidos por lei, pelo perigo que representam para a higiene mental do povo, exposto – via pagamento – à banha alheia, cus flácidos, barrigas ao ar, pelos e muita piroseira aos saltinhos. Porque no ginásio (como nos casamentos) expõe-se as tristezas e o mau gosto na vestimenta. Sem zara nao há suburbano que se safe.
    Duas vezes por semana… Lá terá que ser. Puta da vida e da segurança social, que nunca mais inclui liftings grátis. Porra.



    Por Rititi @ 2006/02/08 | 11 comentários »