Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • mais uma razao para nao ficar

    Mais uma razão para não ficar preocupado com Espanha


    Silvia, em Ponte el Cinturón, etc

    Lembram-se dos Ídolos, aquele progarama que ficou famoso em Portugal pelos castings? Pois isto, queridos e queridas, é a versão espanhola desse invento onde os despojos do país esperam ser descobertos para a fama, cocaína grátis nas festas e alguma que outra badalhoca despistada. Aqui, sem ir mais longe, vemos a jovem Sílvia Padilla, uma foragida do manicónio de Valência em alto delírio musical, prontinha para ser internada de novo. O cinto, o capacete, a cadeira de rodas, as pastilhas, esse sítio branco e bonito, ui, a lírica da pirada da Sílvia é inspiradora e faz-me acreditar nos milagres reais da indústria farmacêutica. Desde o blogue Rosa Cueca vos imploro: pela saúde musical da pátria, por favor, nunca se esqueçam da medicação!


    Por Rititi @ 2007/05/29 | 10 comentários »


    mi espana querida manzanita y ketama no

    MI ESPAÑA QUERIDA

    Manzanita y Ketama, no “Flamenco” de Carlos Saura

    “Nós temos direito a essa Espanha incivilizada, quero lá saber da Espanha zapatera“, diz o Francisco José Viegas, talvez assustado com pelas crónicas do Javier Marías e as leis tremendistas de um governo mais preocupado com os pulmões do contribuinte que pela felicidade gerada pela caña. Sossega-te, que ZP quer muitas coisas, mas não chega lá, a esse lugar de penteados adoradores da alface e do adoçante. Teria antes que acabar com a Feria de Sevilla, o vino fino, a reventa das entradas à porta das Ventas, os almoços de dominó e copazo de orujo, as tardes de sábado nas terrazas da Latina, os San Fermines, o horário de verão, os pintxos em Bilbao, Aqui Hay Tomate, Salsa Rosa, Lecturas e a Hola, Los Morancos, as mariscadas com os amigos que acabam de madrugada, essas míticas primeiras comunhões onde as meninas parecem noivas, o Gordo do Natal, os botellones que se resistem a acabar ou a romaria do Rocío. Sim, a lei anti-tabaco existe, mas não conheço um único bar que prefira perder dinheiro a ter a casa cheia de clientes que precisam do fumício e gin tónico depois de oito horas a aturar o chefe. Sim, ele gostava imenso que a malta almoçasse em meia hora, que fossemos suecos e mal fodidos, mas acontece que Espanha é um país canalha, cabrãozinho e um tanto alcoólico, fã do Atlético, o Racing e do Betis, mal falado e católico só quando há procissão e saetas, um mapa de pueblos que joga ao mus e se está a cagar, no fundo, para o colesterol e o direito à diferença. Meia vida passei em Espanha, meia vida ouvi na televisão planos para a dieta e a normalização do povo, meia vida me prometeram bicicletas na Castellana e o fim das corridas de touros. Havendo Cádiz, Granada, Badajoz ou Lavapiés, havendo preguiça e pátios interiores, La Pantoja, Benidorm, la rumba catalana, las chonis, Camela, a Famila Real, Ketama, José Tomás, San Isidro e revistas do coração, não há ZP que civilize isto. E ainda bem, porque então eu ficava sem sítio onde viver.



    Por Rititi @ 2007/05/28 | 6 comentários »


    bilbao 2

    BILBAO 2.0


    O Guggenheim

    Sobrevivi ao Rob Malda, às apresentações dos projetos, às deliberações do juri, ao almoço no Guggenheim, ao colóquio sobre mulheres e o sexo da internet, à troca de cartões, às Sartups e aos emprendedores, aos pintxos, aos saltos altos, ao vinho, ao gin tónico até à madrugada, à kale Borroka e às eleições, ao dois quilos de santola, ao clima esquizofrénico, à cidade cinzenta. Sobrevivi e estou três quilos mais gorda.
    Resumindo, que vocês estão que não podem mais com a vossa alma de tanto suspense, ganhou o Sclipo, seguido em segundo e terceiro lugares por 5min e Properazzi. Obrigada, gracias e thanks ao José António del Moral pelo convite e a huge kiss para a Sandrine Szabo (I loved the chocolates, girl), ao Tom Raftery, o Thomas Owadenko e ao Anil de Mello.
    E para os fundadores do 5min, três israelitas amorosos a quem ensinei a dizer em português “bibliotecária fodilhona”, uma menção especial, os meus favoritos do concurso. Visitem o site e, por exemplo, aprendam a desabotoar um sotiãn em menos de 5 minutos. Um must!


    Por Rititi @ 2007/05/27 | 7 comentários »


    30 anos 30 transicao democratica

    30 ANOS 30


    A Transição democrática, a legalização da pílula, um Rei, o direito ao divórcio, o 23 F, o Felipismo, Mario Conde, o GAL e a ETA, a queda do muro de Berlim, as televisões privadas, os Jogos Olímpicos de Barcelona, o crescimento económico, Marbella Vice e a corrupção urbanística, João Paulo II, Bill Clinton e a guerra da Bósnia, a explosão das revistas do coração, a consciência ambiental e a seca, a violência de género, Al-Quaeda e o 11 M, Letizia, Hugo Chavez e a globalização e o Mundo. Parabéns ao Jueves, la revista que sale los miércoles, e obrigada por 30 anos de companhia, actualidade e humor, muito humor.


    Por Rititi @ 2007/05/23 | 3 comentários »


    outras manifestacoes de alegria

    OUTRAS MANIFESTAÇÕES DE ALEGRIA POSSÍVEIS


    (no el País)

    Ashia, a líder do lenço: Alá guarde para sempre o grande Ahmadineyad!
    Coro exaltado: Alá é grande!
    Ashia, a líder do lenço: O Profeta que o guie no seu caminho contra a devassidão!
    Coro, a transpirar fé: E Maomé o seu único profeta!
    Ashia, a líder do lenço: Pois Ahmadineyad, na sua grande sabeduria, persegue a vestimenta indecorosa!
    Coro, doido: Que livres nos sentimos mascaradas de Batman!

    Ashia, a líder do lenço: Amemos os homens das “patrulhas morais”, santos que prendem as libertinas que mostram o cabelo e não se vestem de preto!
    Coro, todas solteiras: Ainda bem que os homens é que sabem!
    Ashia, a líder do lenço: Queimemos a roupa da Zara!
    Coro, a cuspir na foto do dono da Inditex: É pecado mostrar o ombro!
    Ashia, a líder do lenço: Os tops, os vestidos e as calças justas provocam violações!
    Coro, a lamentar: E fazem-nos mais gordas!
    Ashia, a líder do lenço: A Vogue é impura!
    Coro, atónito: Não sabemos o que isso é!
    Ashia, a líder do lenço: Alá é grande!
    Coro, exausto: Outra vez?



    Por Rititi @ 2007/05/22 | 1 Comentário »


    coisas de gajas no pasion for fashion

    COISAS DE GAJAS


    (no Pasión for Fashion)

    Pois, se calhar esta saia do Josep Font é um bocadito exagerada para o colóquio sobre mulheres na net. Mas uma gaja não resiste à tentação de querer ser a mais gira da festa.

    (O debate será moderado pela Tíscar Lara e contará também com a presença da Sandrine Szabo e da Dominique Cerri além desta vossa ídola global)


    Por Rititi @ 2007/05/21 | 2 comentários »


    rititi no juri ja temos os cinco

    RITITI NO JURI

    Já temos os cinco finalistas da StartUp 2.0, o concurso que procura os três melhores projetos europeus de web 2.0: 5min, 11870.com, Sclipo, Trivop e Properazzi.
    Dia 24, no Guggenheim de Bilbao, terei que escolher os meus favoritos enquanto participo no Blogak 2.0, a falar, como não, de mulheres na rede.

    Vão dar um salto ao júri, vejam o lindo que é Bilbao, adivinhem onde vou jantar, e depois digam-me que um blogue não serve para nada!



    Por Rititi @ 2007/05/19 | 1 Comentário »


    sim eu amo rubem fonseca respondi que

    SIM, EU AMO RUBEM FONSECA

    “Respondi que a cidade para mim eram as pessoas, se me pedissem para descrever a minha cidade eu falaria das pessoas. Nem praias, nem montanhas, nem árvores, nem ruas, nem casas, falaria das pessoas.”
    Rubem Fonseca, Mandrake e a Bengala.



    Por Rititi @ 2007/05/19 | 1 Comentário »


    premio vai ao cu ti o estado portugues

    PRÉMIO VAI AO CU A TI: O ESTADO PORTUGUÊS, EM GERAL

    É o que dá viver em Madrid e não ser fufa, a minha atenção dispersa-se, oyes. Vai daí e leio no Arte da Fuga que o Estado português exclui o sangue dos homossexuais dos bancos de sangue, porque pelos vistos os maricas são demasiado badalhocos, chupapiças, pouco fiáveis, de risco. Pergunto-me se as fufas também entram nestes “homossexuais”. Já agora, como é que os tira-sangue sabem quem um gajo é gay? Será que põem à traição canções da Barbra Streisand? Há um inquérito de discotecas favoritas? Quem falar da Doris Day não entra? Só dúvidas que matormentam, coño.
    Aproveito a oportunidade para propor ao Estado português uma lista de indesejáveis a quem proibir dar a veia, mais de acordo com a realidade da nossa querida pátria.
    - Camionistas
    - Engravatados que só vão “beber um copo” ao Elefante Branco
    - Senhoras entediadas que gostam muito do professor de ténis
    - Pais respeitáveis que combinam com amigas do chat
    - Porteiros de discoteca
    - Estudantes do programa Erasmus
    - Papa meninos do Parque Eduardo VII
    - Metade do Bairro Alto um sábado
    - Gajas que vão a despedidas de solteira
    - Os strippers das despedidas de solteira



    Por Rititi @ 2007/05/17 | 18 comentários »


    os meus amigos sao melhores que os teus

    OS MEUS AMIGOS SÃO MELHORES QUE OS TEUS

    The Doorbells of Florence

    Este livrinho escrito pelo inigualável Andrew Losowsky ganhou o Lulu Blooker Prize. E como se isso não bastasse, o responsável pelo desenho do bicho chama-se Nuno Vargas, sim, o meu hóspede favorito. E agora vão comprar o livro, que os rapazes são espertinhos mas não ricos.
    Uma boa maneira de comemorar o Dia da Internet, que é hoje.



    Por Rititi @ 2007/05/17 | 4 comentários »