Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • coisas que gosto de fazer em agosto

    COISAS QUE GOSTO DE FAZER EM AGOSTO

    Preparar o Descobrimento do Brasil. Pode ser que em Outubro encontre o verão, a praia e um tanque gigante a transbordar caipirinha numa praia de areia branca onde descansar estes meu pobres ossos fartos que estão eles e minha alma de Madrid, de Agosto na cidade, de reuniões duas horas com clientes, da crise hipotecária dos States, dos tremeliques da bolsa, dos saltos altos e o cabelo arranjado e da falta de mar. Puta que pariu quem me obrigou a crescer e a trabalhar para ganhar a vida. Eu quero ser é professora de liceu e ter férias grandes, Páscoa e Carnaval, quinze horas de trabalho semanal, ADSE, excursões com os meninos ao Convento de Cristo, cantina, greves cada três semanas e direito a baixa por depressão. Não me fodam.


    Por Rititi @ 2007/08/29 | 7 comentários »

  • João says:

    Férias sim, férias, rápido por favor

    http://acomaga.wordpress.com

  • Stephen King says:

    Esse é o cenário de uma minoria dos professores, já que muitos querem trabalhar para ganhar a vida e não podem. E muitos pagam para poder trabalhar, deslocados de casa e famílias, num cenário que se repete ano após ano.
    É o terrível cenário de alguns amigos meus que ainda por cima têm de aturar a canalha "morangos com açucar".

  • sem-se-ver says:

    não faço ideia qual é a sua profissão, mas troco JÁ consigo, ok?

  • Woman Once a Bird says:

    Faço minhas as palavras de Sem Se Ver. Estou um bocado farta de trabalhar, como é? 15 horas por semana.

  • San says:

    Pareces o Miguel Sousa Tavares. Não sei que professores é que vocês conhecem mas devem ser umas bentas criaturas a quem as escolas confessionais entendem por bem reduzir-lhes as prestações lectivas.
    Eu, que sou professora no público há vinte e sete anos, nunca me consegui ver assim! Ao menos o proveito, caramba, já que da fama não nos livramos!

  • hey says:

    Pretty! This has been an incredibly wonderful article. Thanks for supplying these details.|

  • What’s up, yeah this article is genuinely fastidious and I have learned lot of things from it regarding blogging. thanks.|

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>