Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • querido blogue leio pelas revistas da

    Querido Blogue,

    Leio pelas revistas da pós-modernidade que o Natal é uma bosta. Parece que é fino desprezar por pouco ecológico o festival de luzes do centro, que enjoar o calor da família em volta de uma mesa cheia de comida denota superioridade intelectual, que é de elevados passar a Noite na sopa dos pobres ou a sofrer lendo Paul Auster ( Eis uma razão superdigna para nunca ser de esquerdas). Sinceramente, já não há parrocha para estes cagões, para estes forretas sentimentais, seres hediondos mutilados de sentimentos genuínos que infelizmente criam tendência entre um povão cheio de cartões de crédito mas tão falto de referências vitais. Olhem para a blogosfera: o must é estar-se a cagar para o Natal. Que horror proletário.
    Que quero eu então para o Natal? Amor no Mundo. Não, não estou a brincar às miss mundos: basta olhar para o povo que nos rodeia, reparar na carência efectiva de afectos, de quanto precisa a caixeira do supermercado desse “chega para cá, ó Maria, que eu quero te dizer uma coisa”. Não duvido que noventa por cento dos problemas da Humanidade se resolveriam com um par de quecas semanais. De peso, sim. Mas claro, o amor é fodido e nem toda a gente está preparada para ser digna dele, mas não faria mal à gentalha que entorpece o nosso quotidiano tentar ser menos tacanha no amor. Muito adora o povão celebrar com árvores, luzes e quinhentos euros em prendas idiotas o nascimento de Cristo, mas não me parece que ninguém se lembre da mensagem básica do discurso que lhe atribuem: “amem-se uns aos outros”, que não quer dizer que amemos o vizinho do 3-A com quem só nos cruzamos no elevador uma vez por semana. Também não é preciso exagerar. Amar-se uns aos outros é não deixar que o nosso marido vegete no sofá enquanto nos depilamos na casa de banho, é não dedicar o ócio a pastar em frente às montras nos centros comerciais, não permitir que os filhos sejam criados pela Play Station, é querer que os nossos velhos tenham um fim de vida digno.
    O que eu quero para o Natal? Que os amantes se encontrem na cama, que sempre haja esperança de gostar de alguém.



    Por Rititi @ 2007/12/10 | 10 comentários »

  • sem-se-ver says:

    Bom Natal, Rititi.

  • playmaker 10 says:

    Mas olha que bem. É isso mesmo.

    Apesar da vizinha do 3A também não ser mal visto…

    Bom Natal!

  • bruno e.a. says:

    Eu destesto o Natal!
    não não quero comprar nenhuma guerrinha, mas, é verdade, o natal, esse que foi inventado pelo comércio, é uma coisa que não me diz nada.
    Então vejamos, existe uma preocupação exultante pelos presentes, por aquela panóplia de objectos idiotas com os quais, a maioria das pessoas se presenteia.

    O pai natal que desejava, por esta altura, estar reformado nas ilhas caimão a viver de royalties, anda a rogar pragas ao dia em que assinou contrato com a coca-cola. Saiu do anonimato em que vivia, ultrapassadou o protagonista, mas, agora lixa-se porque não consegue distinguir os e-mails dos amigos dos spams que lhe inundam a caixinha do correio.

    Depois anda por aí toda a gente a querer ajudar o Sr. – ah e tal ele tá velhinho, vamos dar uma ajudinha – (se a postura fosse esta não estaria mal, não sr.). O que é que acontece? olha! recebemos meias (que por acaso são bem úteis) recebemos a merda do livro do paulo coelho (que tb é útil para manter o fogo da lareira bem bonitinho), recebemos o os famigerados bombons, e mais uma data de coisas que todos os anos trocam de mãos.

    gosto de estar em família, mas isso gosto de o fazer em qualquer época do ano, seja no natal, ou em qualquer dia que eu aponte no calendário.
    Como diria o outro, o natal é todos os dias, mas ainda bem que a coca-cola ainda não descobriu isso. Se bem que eu já vejo por aí luzinhas em meados de novembro, e o pessoal já se esquece de as tirar por ocasião da chegada dos Magos.

    ah, ok, as luzinhas até que dão uma beleza especial à epoca.

    bom deixa-me lá ir que isto tá a ficar um testamento, e eu tenho que ir escrever cartas ao pai natal, e pensar no que é que eu vou oferecer, porque se não oferecer vai parecer mal.
    quando se recebe tem de se dar!
    e vou dar um presente mais ou menos no mesmo preço do que me deram no ano passado para não sair a perder!
    mas tem de ter a opção de troca vai que a pessoa não gosta, e talvez o melhor seja dar um crédito na loja logo…

    e este ano no amigo oculto da empresa vou dar um rpesente no limite minimo porque o ano passado sai a perder e muito (até dúvido que aquele palhaço me tenha dado um presente no preço minimo estipulado, mas ele não perde por esperar, um ano vou ser eu o amiguinho oculto dele)

    ahhhhhh.
    gosto tanta da passagem de ano! é que na passagem de ano, não se oferecem presentes e sim desejos, existe vontade de abraçar aquela pessoa, e desejar-lhe o melhor…
    existe, ainda, uma inocência na festa…

  • Edson Junior says:

    Eu também não morro de emoções pelo Natal, mas o que está a ocorrer blogosfera fora é uma grande pilhéria. Eu mesmo já falei mal, posto que foi um chiste. No fim todos querem o mesmo que você, amor e etc.

    É um prazer ler este blog cá do Brasil, saiba. Um abraço.

  • M Isabel G says:

    Grande post Rita :)

  • teresa ribeiro says:

    Amen!

  • kldssd says:

    You are so awesome! I don’t think I have
    read anything like that before. So great to discover
    someone with a few unique thoughts on this subject matter.

    Seriously.. many thanks for starting this up. This
    web site is something that’s needed on the web, someone with a bit of originality!

  • I go to see every day some blogs and information sites to read content, except this webpage offers
    quality based content.

  • Hi, constantly i used to check weblog posts here in the early hours in the break of day, for the reason that i
    love to gain knowledge of more and more.

  • I loved as much as you will receive carried out right here.
    The sketch is attractive, your authored subject matter stylish.
    nonetheless, you command get got an nervousness over
    that you wish be delivering the following. unwell unquestionably come further formerly again as exactly the same nearly
    a lot often inside case you shield this increase.

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>