Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • o sexo cidade e o direito amar jimmy

    O Sexo, a Cidade e o direito a amar Jimmy Choo




    Uma vida como a das espectadoras, mas melhor vestida. Porque este foi o grande segredo da série: apresentar ao mundo existências que repetem tópicos universais (o amor, a segurança, a família), mas metidas num embrulho mais bonito, mais limpo e mais caro. Nós já sabemos que a vida é uma merda, que há pessoas que morrem de cancro e de amores impossíveis, que há desemprego, alzheimer, ordens de despejo, frustrações, celulites e cornos, que nem todas podemos ficar grávidas e as que ficam nunca mais voltarão a caber numa 38. Mas quem é que gosta de ver filmes de Ken Loach? Eu, sinceramente, prefiro rir-me, fantasiar, e chorar com aquele último capítulo da série, quando o conto de fadas de cada uma das personagens se faz realidade e o mundo volta a ser um lugar que, apesar de doloroso e frustrante, nos pode fazer felizes. Eu não tenho complexos nenhuns com isto, era o que mais faltava.
    (E o resto da crónica, já sabem, segue no Pnet Mulher. Façam o favor)


    Por Rititi @ 2008/05/16 | Sem comentários »

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>