Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • O Amor em época balnear

    Assim é como eu me sinto:

    Assim é como Mr Pinheiro me vê:



    Por Rititi @ 2010/07/30 | 13 comentários »


    Vida de Prenha: O Regresso

    E vem mais um Rititi-Boy a caminho! Em Outubro, a Rititi (também conhecida a certos momentos de soneira como Mamã-Rita) viverá rodeada de gajos giros e loiros nesta espécie de delegação doméstica do toys r us em que se transformou a minha casa. Dois quartos e uma sala que parece que não chegam para a casinha dos bombeiros do Mickey Mouse, o tractor com os animais da quinta, as mil peças do Lego que habitam debaixo do sofá, sete bolas de futebol, pás, baldes, ancinhos, terra nas pás, terra nos baldes, terras nos ancinhos, ferramentas, jogos de chá, talheres e tachos, inumeráveis carrinhos de madeira com os inumeráveis e incrivelmente didácticos cubos de madeira, um quadro e os seus gizes às corzinhas que servem para pintar os sofás e portas e encher a sala de pó, e  mais bichos,  mais elefantes e leões, mais ovelhas e galinhas, uma biblioteca invejável para uma criatura de 25 meses, garagens, carrinhos, camiões, peluches de pinguins, peluches de alces, peluches de ursos panilas, peluches de todas as personagens do Pocoyó, incluídos a elefanta e os extraterrestres e DVS, dúzias deles, em português, da Disney, das colecções gratuitas das fraldas, centenas de horas de anões, nemos, patinhos feios e little people e jim jams. Houve uma vez em que me achei uma gaja com certo gosto, mas devo ser sido raptada por uma suburbana ultrapassada pelas circunstâncias. E aqui tem que me caber mais um Rititi-Boy, com o seu carrinho de passeio, banheira, berço, fraldas, máquinas de auto-ordenho, roupas minúsculas que se acumularão em três meses em caixas, sapatinhos adoráveis e livros de instruções. Sim, porque eu não me lembro nem como se pegava ao colo a um recém-nascido, quanto mais como se tratava de um mamilo dorido, por não falar de limpar a merda do umbigo.  Ai foda-se. Tal é o meu cagaço que ontem roubei no ginecologista um manual com conselhos das parteiras oficiais de Madrid. Pelo sim pelo não eu já tenho um telefone de emergências.



    Por Rititi @ 2010/07/29 | 19 comentários »


    Isto ainda está coxo

    - Não funcionam os comentários
    - Não se consegue lincar os meus posts
    - Não sei do sitemeter, acho mesmo que flipou.
    - Estou a publicar desde o I-Phone. Acho que posso suportar estas pequenas imperfeições.



    Por Rititi @ 2010/07/28 | 3 comentários »


    RITITI IS SO SEXY BACK

    Amigos, blogosfera ansiosa, Portugal em geral: O Blogue Rosa Cueca está de volta! Não é que se tenha ido propriamente embora, ó leitor sedento de posts de qualidade que tanto tempo me esperou: o cabrão do blogue deixou mesmo de publicar. Aliás, o sistema de publicação fodeu-se e nada parecia reanimá-lo. Nem os donos do sevidor onde se alojava o Rititi e a quem pagava dez aurélios ao mês me souberam ajudar, nem os anões que vivem dentro do blogger, nem os mais peritos nestas coisas da matéria informática. Népias. O blogue nem fodia nem saía de cima. E assim se passaram os dias, e as semanas e os meses e todo o historial do rititi.com, da Rititi e do Universo Rosa Cueca estava prestes a desaparecer na memória da web 2.0 quando os simpáticos moços da Frontend decidiram ajudar esta alma desamparada e arranjar o esqueleto do blogue. Obrigada, rapazes!

    E aqui estamos de novo, vocês e eu, com o blogue em progresso, alojado no WordPress e (ainda) sem o touro, com as cuecas por estender, com o arquivo meio despenteado, mas aqui. Pouco a pouco a coisa vai-se compondo, querem ver que sim, e o aspecto irá ficando mais bonito, mais compostinho, com um ar mais urbano e cool, assim como o da dona. O importante, que é a letra, está aqui, prontinha a ser publicada. Voltamos, vocês e eu, a manter o contacto, a rir-nos um bocado, a partilhar estas coisas que parece que não interessam a ninguém até que alguém as põe por escrito e de repente se transformam em temas fudamentais da existência humana. A blogosfera, por muito que se lhe avizinhe o fim, tem este poder: transforma pintelhices em derradeiros assuntos de Estado. Volto assim a este terreno do qual nunca deveria ter saído, para vos contar muitas coisas, como que este Julho em Madrid está a ser especialmente insuportável, que o asfalto já sua, que os 40 graus parece que se nos peguem à pele e que por muito concerto na Casa de Campo, litradas de agua, listas refrescantes no spotify.com, e sestas na relva do Retiro aqui não corre nem uma puta de uma aragenzinha. Talvez não esteja a ajudar nada estar grávida de 6 meses. Mas amanhã a gente fala disto.



    Por Rititi @ 2010/07/27 | 13 comentários »


    AI LISBOA, BEM-ME-QUER

    Volto – não volto – volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto- volto – não volto.



    Por Rititi @ 2010/07/14 | 2 comentários »