Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • Prémio vai ao cu a ti: Bispos intolerantes

    Sou católica. É o meu clube. Acredito, sim, na ressurreição dos mortos, da divindade de Cristo, na compaixão e no amor ao próximo. Acredito e tenho fé. Mas cada dia gosto menos do meu clube. Declarações como as do Bispo de Alcalá Henares na missa do de Sexta-Feira Santa transmitidas pela televisão pública espanhola dão-me nojo. Que um alto responsável da minha igreja diga que os gays estão no inferno e corrompem ou que as mulheres que abortam já vivem para sempre em pecado envergonham-me e dão-me muita vontade de sair definitivamente de um clube que não me representa, que não entende a compaixão como mensagem principal de Cristo, que se nega a sair do buraco de escuridão em que se fechou há séculos  atrás por medo de uma sociedade cada dia mais tolerante, aberta e sem complexos. Duvido que Cristo gostasse desta arrogância, desta mesquindade, desta necessidade doentia de se meter na vida dos outros. E não, a Igreja não é a Curia, nem as interpretações enquistadas do mundo: a Igreja somos todos, os crentes, os bispos, as mães, as mulheres que abortam, os divorciados, os gays, as mães solteiras, os que pecam. Porque aqui pecamos todos. E se não aceitaria nunca que um imã filho da puta viesse para a televisão defender o véu porque a mulher é inferior ao cabrão do marido, então não posso sequer entender porque razão um bispo ou quem quer que seja diga na televisão pública que a homossexualidade e o aborto, que são legais, que não crimes, são recrimináveis, pecado ou o caralho, só porque a seita que o tem como representante se nega a aceitar que há mais mundo além das paredes das suas igrejas. Assim não. Assim saio do clube.



    Por Rititi @ 2012/04/10 | 21 comentários »

  • Vera says:

    Clap clap calp Riti. Uma vez mais, assino em baixo.

  • Kity says:

    Bravo!Mas…não, não abandones o clube! Cada vez somos mais a pensar como tu e, felizmente, menos a pensar como essa besta!

  • Ritins says:

    Está na hora é de nós os pormos a andar para fora do clube… Mas é difícil!

  • Bruno says:

    Caso para dizer: AMÉN!

  • Daniela Braz says:

    Concordo! Eu já fui catequista e sou crismada, mas cada vez me identifico menos com este clube. A intolerânca da igreja perante certos assuntos como a homossexualidade, a contracepção, o aborto e tantos outros, bem como a ostentação e luxuria do Vaticano enojam-me.
    Mudá-los é difícil, as mentes são demasiado fechadas, então a solução passa pelo afastamento. Meu e de muitos…

  • Concordo perfeitamente. Também pertenço ao clube, mas não me identifico minimamente com essa ideologia. Como já alguém disse, somos cada vez mais a pensar assim, e cada vez menos a pensar como esse senhor, por isso mais vale nem os ouvirmos, porque de facto não trazem nada que seja sequer digno de ser ouvido. É triste que passe numa TV pública tamanhas barbaridades, mas mais triste ainda é que essas coisas sejam ditas por parte de um alto representante da igreja. Deus ampara todos, sejam eles pobres, ricos, bonitos, feios, saudáveis, doentes, mulheres, homens, mulheres que façam aborto, ou heterossexuais ou homossexuais. E nisto eu ainda continuo a acreditar!

  • Juanna says:

    Rititi, aqui há coisas de uns meses decidi que já não sou católica. Decidi que sou apenas cristã. Desde que a minha filha voltou da catequese cheia de medos dos pecados e que o demónio a ia castigar e levar para o inferno, desde que o aborto (coisa da qual não gosto mas prefiro que exista de forma legal), desde que um gay é considerado uma merda só porque é gay, desde que o Deus que me atiram pela garganta abaixo é mau, vingativo, intolerante, retrógrado, cruel e imbecil, só posso decidir que o catolicismo já não é para mim.

  • Ana C says:

    I Igreja é o túmulo de Deus. A sua missão tem sido afastar a malta toda do seu caminho e têm sido bem sucedidos.

  • m. says:

    Não podia concordar mais… eu também pertenço ao clube, mas confesso que há dias em que só apetece entregar o cartão de sócio e bater com a porta!

  • Vita C says:

    Aplaudo de pé. Também sou sócia, e tento tantas vezes convocar eleições antecipadas. Isso, para mim, são distorções, malentendidos, estupidezes. Era preciso, era tão preciso, que os tolerantes dentro da igreja avançassem e se mostrassem sem medos. É que também os há, mas a esses ninguém ouve. E isso é tão perigoso quando a fé não é debatida, criticada, explicada…

  • **SOFIA** says:

    sou católica não praticante, só porque sou batizada e há muito que me arrependi de me ter batizado, isto é só desilusões. e quando vamos a casamentos e tenho de ouvir preciosidades como “as pessoas casadas apenas pelo civil são coisas, coisificaram-se”, só dá vontade de desatar a rir. Eu sou uma coisa, mais o meu marido e a minha filha, que por não ser batizada é uma criatura e não uma criança.

    pachorra!

    • Susan says:

      Olhe
      pachorra há é para quem diz que é católica não praticante e depois diz que se arrepende de ser baptizada.

  • Susan says:

    Custa-me que por ser mais fácil não acreditar se digam estas barbaridades. Gostava de vos convidar a conhecerem melhor a igreja e a não tomar exemplos específicos no Evangelho, porque felizmente há óptimos exemplos da acção católica na nossa sociedade e infelizmente só se conhecem os maus.
    Esquecemo-nos que a maior parte das obras de caridade são católicas. Esquecemo-nos dos voluntários católicos. Esquecemo-nos das associações para desempregados como a acção que nasceu do CUPAV.
    A fé não se podem esplicar e ninguém pode provar que sim nem que não. Mas antes de dizerem coisas tão feias porque infelizmente tiveram maus exemplos, convido-vos a irem à missa das 19h no S. João de Brito.
    Desculpe se pareço moralista, se calhar estou a ser um pouco, mas tive a sorte de descobrir o CUPAV e perceber que há muito bons exemplos da nossa associação e não apenas padres pedófilos, antiquados, etc.

  • Susan says:

    (adenda)
    os padres que eu conheço ensinaram-me a viver a fé com alegria e não com os olhos sempre postos em pecado; ensinaram-me a pôr em causa a fé e não a acreditar só porque sim; ensinaram-me a ser responsável na comunidade; ensinaram-me a descobrir a alegria em servir os outros; ensinaram-me o poder da reconciliação (e não a mera confissão em que nos perdoam, através de dizer 7 pais-nossos e avé-marias); ensinaram-me a questionar a razão de certos rituais; ensinaram-me a compreender e respeitar quem não acredita.
    Sei de péssimos exemplos mas essas pessoas também são humanas. Mas sei de óptimos exemplos.
    E infelizmente é muito fashion dizer-se mal dos padres porque é moderno e tal.

  • Paula says:

    Sou baptizada, andei na catequese muitos anos, mas já não pertenço ao clube há uma eternidade. Vivo em pecado há 13 anos e a minha filha não é baptizada.
    Conheço a Bíblia e os ensinamentos de Cristo e por isso mesmo desisti de uma religião que pra mim professa exactamente o contrário do que Cristo ensinou.
    A Susan tem razão, há bom e mau em todo o lado, mas quando o bom é praticamente cortado pela raíz por quem manda, porque quem faz de maneira diferente ainda é e será olhado de lado, quando quem manda me parece que está a recuar na abertura em vez de aproveitar o pouco que se avançou anteriormente, não tenho esperança que a igreja católica como um todo venha a evoluir nos tempos mais próximos.
    Estou de acordo com o que diz a Ana C, nestes moldes “a Igreja é o túmulo de Deus”.
    Cristo professou a tolerância, o perdão, e a Igreja está cada vez mais intolerante e intransigente.

  • Helena says:

    Rititi,
    Aproveitando este tema. Acompanhou a polémica da procissão ao som do “Ai se eu te pego” aí em Espanha na Semana Santa?

  • hey says:

    Hello superb blog! Does running a blog similar to this require a massive amount work? I have no knowledge of programming however I had been hoping to start my own blog in the near future. Anyway, if you have any ideas or tips for new blog owners please share. I know this is off subject but I simply had to ask. Kudos!|

  • Very nice blog post. I certainly appreciate this website. Keep it up!|

  • High Priest says:

    Why people still use to read news papers when in this technological world everything is presented on web?|

  • Hi to every one, it’s in fact a nice for me to pay a visit this site, it includes useful Information.|

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>