Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • Procurem uma vida e metam-se dentro dela.

    Portugal é um país de estranhas indignações. Um país supostamente pacato, onde as gentes, dizem, pouco se alteram, de brandos costumes. Mas é mentira. Portugal é um país de revoltados pelas causas mais absurdas. O exemplo da Adriana Xavier, a menina que abraçou o polícia na manifestação do 15-S para depois aparecer numa revista do coração em trajes menores e a fazer beicinho, é gritante. Li com atenção as dezenas de posts e textos sobre a “pouca vergonha” da chavala e pouco lhes faltou aos teóricos da decência chamar-lhe vaca, ofendidíssimos porque o “símbolo” da nova revolução era uma vendida, uma oportunista e bleblebleu pardais ao ninho. Que falta de chá, juro. E como se este despropósito não fosse suficiente, esta semana a grande ofensa ao povo português parece ser a campanha da Cacharel, aquela do Ricardo à procura da Diana que todos os meios de comunicação correram a contar, achando um piadão tremendo à suposta história de amor entre dois desconhecidos, mas que afinal era mentira (horror!). Pois sim, o povo está revoltado. Indignado. Choroso. Sente-lhe que roubaram o direito a acreditar no amor genuíno. Não se faz isso ao coração do povo, bolas. E como não pode queimar contentores o povo criou a mais absurdas das páginas no Facebook com mais 4.000 gostos, num chamado Movimento Anti-Cacharel onde se pode ler “Esta página destina-se a protestar contra a campanha vergonhosa feita pela marca de perfumes Cacharel em Portugal. Publicidade enganosa não! !”. Uma gaja já não tem idade para estes disparates, palavra de honra. Onde está a ofensa? A quem lhe dói que a história de amor fosse produto do marketing? Publicidade enganosa? Porquê? Acaso o Ricardo estava à vossa procura? E agora, o que fazem, batem no rapaz? Cambada de ofendidinhos e de gente triste, juro. Esta parvoíce de embarcar, de achar logo o máximo a tudo, sem parar um segundo a pensar nas merdas, esta idiotice de adorar os detalhes, as supostas historias de amor, o rosa mais ridículo só pode ser sinal de infantilidade crónica, quanto mais ficar ofendido por uma puta de uma campanha publicitaria. A sério, vejam menos a televisão. E desliguem o Facebook se não o sabem usar.



    Por Rititi @ 2012/10/04 | 12 comentários »

  • De acordo. A história do rapaz nunca me comoveu, era de bronco. Li apenas títulos, não aprofundei e nem sequer vi as reportagens de TV que tanto deram que falar. Eu só pensava “se o tipo sabe a data de partida e o destino do voo, por que raio não vai para o aeroporto?”. Se fosse a mulher da vida dele, para ele não seria tempo perdido.

    Mas isto sou eu que sou mulher prática, nem nunca achei grande piada à foto da manif com a Adriana-candidata-a-playboy. Sou um coração duro, pouca pachorra para floreados. Eu nem rego as plantas, quanto mais!

  • ocondutor says:

    É o viver, tristemente, de fogachos de ira incontida contra tudo o que mexe. Não se pensa e depois já nem se sabe contra quê e os motivos por que se protesta acabando o dia a gritar: são todos iguais.

  • TC says:

    É realmente tão parvo o “empolamento” que dão a coisas completamente banais. É parvo elevarem a miuda a deusa como é parvo acharem que é uma porca. É uma fotografia bonita. Ponto final. Aquela imagem correu bem e pode ser um simbolo da manif daquele dia. A miuda não é uma deusa, não é uma porca não é coisa nenhuma, é uma miuda numa imagem que correu bem.
    O outro afinal não era uma linda historia de potencial amor, so what? azarucho da cacharel que a coisa nao lhe correu de feição, mas a serio…é isto que vai acabar com o gosto pela marca!?

  • Vanessa says:

    Ai Rita, se toda a gente fosse una “pagada de si misma” como tu (no bom sentido) o pessoal arranjava vidas para se meter nelas.
    Gosto tanto de te ler pá!!:))

  • Susana says:

    Olha…Mas andava por aí algures, um tipo à procura de namorada????? Jesus…Ando mesmo descontinuada…. ; )

  • Ó pá, ó pá….estou tão triste….depois do meus esforço imenso para encontrar a “piquena” (ver aqui se vos apetecer http://www.osexoeaidade.com/search?q=ricaaaaaaaaardo), vai a ver-se e era uma partida…uma jogada comercial…uma campanha….
    Ahahahahahahahahah
    A serio que fizeram uma pagina? Não sabia mesmo!
    Dizes tudo no teu post!
    Get a life gente!
    have fun!

  • Andreia says:

    E o forrobodó que vai na caixa de comentários da pipoca por causa da Analice?! É porque há quem precise mais, que mais vale ajudar quem tem fome! Sério, tá tudo doido. Arranjam sempre uma ponta por onde pegar e mal dizer… Até um ato bom como ajudar alguém! Quero fugir daqui, não porque a crise me esteja a afectar muito, mas porque este ar já não se respira. Neste momento estou capaz de ir viver para o Cambodja com um quinto do conforto que tenho aqui só para não ter de ouvir mais disparates. Tanto mau sentimento não nos vai fazer sair do buraco tão cedo.

  • Ana says:

    Concordo contigo.

    Enfim…

  • Sara Maurício says:

    Concordo em absoluto!
    Este pessoal vai atrás de “modas passageiras e superficiais” e depois fica espantado por cair nas suas próprias armadilhas…

  • Juanna says:

    Foi o que pensei… e quando vemos na TV que o último SKIP papa as nódoas todas e deixa a roupa impecável? E quando compramos o SKIP e afinal as manchas das porcalhonas das minhas filhas não saem mesmo? Crio uma página no FB a protestar? Bahhhh tenho mais que fazer que zangar-me com uma publicidade.

  • Margarida says:

    Finalmente alguém concorda comigo! Esta gente anda tão parvinha, arranjem amores a sério e deixem-se de tretas…Por acaso até achei a campanha da Cacharel gira, e pelo que se viu, fez efeito, só se falou nisso, dias a fio! :)

  • sonia luciano says:

    eh pá ai tb têm uma rapariga de “peace and love” nas manifestações???..aqui a nossa demorou pouco mais de um més a posar para a Interviu (a playboy cá do sitio..mas com entrevistas á seria!!!)

    http://www.interviu.es/entrevistas/articulos/jill-love-los-politicos-tambien-necesitan-amor-compasion-y-buenas-energias

    Isto já não há originalidade em nada…

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>