Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • Pelos caminhos de Portugal

    Fui apresentar o livro na semana passada a Lisboa (outra vez) e ao Porto (finalmente). E tive de tudo: gin tónicos em plena apresentação (confirma-se, a Sónia Morais Santos está noutra liga), amigos que vieram da Noruega para Fnac do Colombo (gosto tanto de vocês, Monia e Rui, tanto), quilómetros pela A1 sem ar condicionado, o reencontro com os meus filhos que estavam essa semana de férias em casa da minha cunhada (obrigada querida Ana, obrigada sogra, obrigada a esta família Pinheiro tão generosa) e o convívio (ou será combíbio?) com as leitoras do Norte, que são mulheres maravilhosas, sinceras, com sorrisos lindos.

      Gin tónicos saídos da mala da Sónia

    Perguntaram-me no Porto se eu e a Sónia éramos amigas. Não, não somos. Por agora. Se eu vivesse em Lisboa sei que seria essa miúda com quem partilharia muitas coisas em frente a uns canecos, porque gosto efectivamente dela, da escrita dela, da maneira como parece lidar com a vida. E não tem nada a ver  com o lindíssimo texto que leu na apresentação. Eu sou assim, gosto de pessoas à distância.

    Não via os meus filhos há uma semana. Depois de os ter lambido, beijucado, cheirado e notificado quanto haviam crescido, peguei neles e fui para a Fnac do Norteshopping onde me esperavam amigos, família e umas leitoras muito especiais. Ao princípio o Francisco esteve ao meu colo, a dizer-me coisas como “a minha princesa” ou “bonita tu” enquanto o Manel estava sentadinho em primeira fila, muito atento e orgulhoso. Tudo isto durante os primeiros cinco minutos, claro (os meus filhos são uns selvagens muito bem educados).

    Obrigada a todos (e à Juanna, ao Bruno, às tias, aquela senhora de 50 anos boas todos os dias, ao senhor que não me conhecia de lado nenhum mas que comprou o livro à mulher que fazia anos). E não posso deixar de mandar um beijo do coração às mulheres do Porto (e do Norte em geral) que fizeram quilómetros e perderam tempo para estar comigo e com a minha família. Gostei tanto de estar com vocês, de conversar na descontracção e fiquei com tanta pena de ter sido tão pouco tempo, que a próxima vez que for ao Norte aviso e combinamos umas imperiais (para as grávidas pode ser sumo, pronto). Combinado?

     



    Por Rititi @ 2013/07/22 | 7 comentários »

  • Maria Bê says:

    E o que as mulheres do Porto (e do Norte em geral) gostaram de estar contigo, hã? Eu teria feito o dobro dos km, juro-te! Amei você!
    Sorriso!

  • Zina says:

    Se era para levar os filhos dizias que eu também tinha ido :(

  • Rachel says:

    Cheguei atrasada, mas trouxe livro, dedicatória e inveja aos molhos, q tu para alem de gira es alta.

  • Maria João says:

    Está combinadíssimo, soube mesmo a pouco. E não fomos perder tempo, fomos gastar. Faz toda a diferença.
    Entretanto estou a digerir bem o livro, que aquilo são muitas camadas. O tamanho engana, dá para muitas horas de leitura. Daqui a pouco vou ao post lá abaixo para deixar as minhas opiniões e entrar no “debate”.

  • Cor do Sol says:

    E as minhas ferias acabaram e tanto eu como o meu namorado adoramos o livro. Pena ter tao poucas páginas. Só durou a viagem do primeiro avião. Muito sucesso.

  • Juanna says:

    Oh! E Os teus sapatos eram tão giros!

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>