Este site foi concebido para ser visto num browser dentro dos limites da caducidade: infelizmente não é o caso do seu. Assim, a sua experiência de navegação será seriamente afectada. Sugerimos a instalação de um browser mais séc. XXI, se lhe for possível: http://www.mozilla.com/firefox . Mas qualquer outro serve.

Rititi

Rititi

INÍCIO

  • Eu também sou uma Mãe Querida

    E até escrevo coisas como esta:

    Sim, definitivamente hoje é um dia em que não me apetece ser mãe de ninguém. E escrevo isto sem nenhum tipo de complexos numa web chamada “Mãe Querida”. Sim, este é um dia em que quero fugir daqui para fora, para um spa, para a pensão ao fundo da rua, para esse sítio onde estão proibidas as crianças, um lugar paradisíaco sem choros nem birras, sem roupa espalhada na casa de banho ou jantares para fazer, sem aulas de judo, sem putos que aturar. Porque por muito que adore os meus filhos e todo esse blablabla que parece obrigatório nos blogues maternais eu preciso estar sozinha. Reformulo: preciso estar sem eles. 

     



    Por Rititi @ 2014/01/19 | 14 comentários »

  • miadosantos1 says:

    entendo muito bem esse sentimento. aconteceu-me bastas vezes e nunca me culpei,ou deixei de ser menos mãe. boa semana!

  • Lindo!
    Não sou mãe e adorei este texto! A forma como está escrito, o humor e a despreocupação pelo “socialmente correcto”. Parabéns!
    Sempre que ouço as minhas amigas mães a queixarem-se dos filhos e lhes agradeço por fundamentarem a minha decisão de não os ter (claro que o faço em jeito de brincadeira), ficam muito atrapalhadas e vêm logo com o discurso do “Mas tem tantas coisas boas!…” Como se tivessem de anular o que acabaram de dizer com algo bonito e cor de rosa sobre os filhos :)

    Parabéns!

  • Catarina says:

    Love, Love, Love. Que texto tão bom!

  • Polo Norte says:

    És a mãe mais querida e real que eu conheço. Pronto, taco a taco comigo, sim?

    beijinhos

  • Alexandra says:

    a maternidade-dysney só mesmo nos filmes dessa empresa!(ou na boca de umas mulherzinhas/mães muuuito falsas). Bem dito!

  • Desta realidade paralela onde habito (quantas de nós, não-mães, já não fomos premiadas com o último e irrefutável dos argumentos “não és mãe, não és capaz de compreender”?), e da qual dizem não se poder mandar grandes “bitaites” sobre o assunto “maternidade”, este parece-me ser, ainda assim, uma das mais honestas confissões que alguém já teve a coragem de verbalizar em “voz alta”. Os seus filhos têm sorte em tê-la como mãe. :)

  • Patrícia says:

    Sinto exactamente o mesmo, caraças!! E se dizemos alguma coisa, somos cruxificadas e mimimimi… Fuck, a gente só precisa de um bocadinho de espaço!

  • Sinto o mesmo e também o digo. É importante para andarmos bem e reflecte-se na forma como estamos com eles! :)

  • és uma gaija-mãe normal:)
    Tb preciso do meu espaço todas precisamos

  • Maria Afonso says:

    Gosto TANTO do que escreve. Identifico-me imenso…! Escreva mais!…

  • qire173.com says:

    I love your blog.. very nice colors & theme. Did you make this website
    yourself or did you hire someone to do it for you?
    Plz respond as I’m looking to design my own blog and
    would like to know where u got this from. cheers

  • Karla says:

    Ois! Não consigo visualizar o texto nesse link. Podes colá-lo integralmente aqui, Rititi? Obrigada!

  • online keep says:

    Good day I am so delighted I found your web site, I really found you by error, while I was researching on Bing for something else,
    Anyhow I am here now and would just like to say thanks a lot for a
    marvelous post and a all round interesting blog (I also love the theme/design),
    I don’t have time to read it all at the minute but I have bookmarked it and also added your RSS feeds,
    so when I have time I will be back to read a great deal more, Please do keep up the
    great work.

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>